Postagens

Mostrando postagens de Novembro, 2019

Centenas de famílias estão na rua após despejos violentos em acampamentos do MST

Imagem
Bombas de gás, spray de pimenta, casas destruídas, trabalhadores feridos e cerca de 700 famílias sem ter para onde ir. Essa é a situação dos acampamentos Abril Vermelho, no Projeto Salitre, em Juazeiro, Irmã Dorothy e Iranir de Souza, no Projeto Nilo Coelho, em Casa Nova (BA). Os despejos violentos realizados pela Polícia Federal, que tiveram início na madrugada de hoje (25), cumprem mandados de reintegração de posse em favor da Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba (Codevasf). Em Juazeiro, os/as integrantes do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST) ocupavam a área desde 2012. No local, há uma produção diversificada da agricultura familiar. “Aqui sustentava pra mais de duas mil pessoas, o projeto é grande, tem banana, coco, tem todo tipo de fruta. A gente alimentava o Ceasa, e o que a gente faz aqui dentro alimentava também a mesa de quem tá fazendo isso aí [destruindo o acampamento]”, desabafa o acampado Francisco Nascimento.
De acordo com os…

Gênero e agroecologia são temas de formação continuada da Rede Mulher Sertão do São Francisco

Imagem
Formação da Rede Mulher discute sobre patriarcado e suas formas dominação com cerca de 35 agricultoras, apicultoras, pescadoras dos municípios de Juazeiro, Sento Sé, Pilão Arcado, Remanso, Campo alegre de Lourdes, Casa Nova, Curaçá, na Bahia. Com a proposta de ser uma formação modular, o primeiro encontro aconteceu nos dias 06 e 07 de novembro, no Centro de Formação Dom José Rodrigues, em Juazeiro. A violência contra a mulher e a divisão injusta do trabalho foram as principais evidências reconhecidas pelas mulheres como a maior expressão do patriarcado. Para a coordenadora da Rede, Jaciara Ladislau, as formações são realizadas no intuito de fortalecer uma rede e apoio e defesa dos direitos das mulheres nos municípios que estão inseridas. Diante da atual conjuntura e fragilidade nas políticas voltadas para as mulheres, estes momentos são, muitas vezes, as únicas oportunidades das mulheres conhecerem com mais profundidade seus direitos, pontuou a coordenadora da rede. Jaciara também desta…

Política Pública foi tema de seminário em Juazeiro

Imagem
A Diocese de Juazeiro promoveu na última quarta-feira (06) o Seminário Políticas Públicas, com o intuito de debater sobre o assunto de forma contextualizada e propositiva. O evento aconteceu no auditório da Câmara Municipal de Juazeiro, reunindo pessoas dos municípios de Juazeiro, Casa Nova, Sobradinho e Remanso. A temática do seminário dialoga com o tema da Campanha da Fraternidade 2019, que neste ano é “Fraternidade e Políticas Públicas”, inspirada no texto bíblico “Serás libertado pelo direito e pela justiça” (Is 1,27). Justiça social, autonomia, resistência, luta e liberdade foram palavras ecoadas durante todo o seminário que abordou os desafios das políticas públicas no Território Sertão São Francisco, com o recorte nas seguintes temáticas: Territorial, Educação, Violência contra a mulher, Saneamento Básico, Saúde e rio São Francisco. “Política pública é sinal de justiça social e liberdade”, argumentou a profª Edonilce Barros, que participou da mesa redonda sobre o tema. A profª ai…

Ato em solidariedade reúne centenas de pessoas em Angico dos Dias

Imagem
Missa, cantos, poesias, músicas, cordéis e depoimentos ecoaram na voz de centenas de pessoas em solidariedade e defesa da região de Angico dos Dias, no município de Campo Alegre de Lourdes, Bahia, que vem sendo impactada pela mineração e tentativas de grilagem. Esse momento foi realizado pelo Fórum de Entidades Populares do município, na manhã do último domingo (03), na praça principal da comunidade de Angico dos Dias, que fica a cerca de 72 km da sede do município. O evento contou com a participação de cerca de 500 pessoas oriundas de diversas regiões do município, como Baixões, Malhada, Peixe, Baixão de São José, Lagoa de Pedra, Barra, Lagoa da Onça, Baixão Seco, São Gonçalo, Jiquitaia, Voltas, Sede. "Estamos aqui hoje para defender o direito de permanecer na terra. Solidários com aqueles que sofrem com a mineradora, com detonações, com os impactos. Hoje estamos aqui para dizer não a grilagem de terra, a queimada das Caatingas, a mineradora. Hoje, nós somos povos de Deus”, profe…