Postagens

Mostrando postagens de Setembro, 2016

MUTIRÃO DA CPT ALERTA SOBRE DIREITOS TRABALHISTAS E TRABALHO ESCRAVO

Imagem
A Comissão Pastoral da Terra e a Campanha Nacional de Combate ao Trabalho Escravo vão conversar com centenas de trabalhadores e trabalhadoras da região de Juazeiro sobre a perda de direitos trabalhistas e situações análogas ao trabalho escravo.  O mutirão acontece entre os dias 27 e 29 de setembro. No primeiro dia de atividades, haverá a roda de conversa sobre terceirização. O bate-papo será no Centro Diocesano de Pastoral, próximo ao Círculo Operário em Juazeiro. O evento é aberto ao público. De acordo com os dados do Departamento Intersindical de Estatísticas e Estudos Socioeconômicos (Dieese), os trabalhadores que prestam serviço de forma terceirizada tem salários 27% menores e possuem, em média, 3 horas a mais de jornada de trabalho.

REDE BRASIL ATUAL: OLHOS GORDOS EM AREIA GRANDE, NO SERTÃO DA BAHIA

Imagem
Por José Paulo Borges 
Há mais de 150 anos, os moradores de Areia Grande cultivam uma maneira de viver transmitida de geração em geração, conhecida como fundo de pasto. Os rebanhos de cabras e bodes, principalmente, e também as ovelhas e o gado das cerca de 400 famílias são criados soltos na caatinga, numa área de uso coletivo de 26 mil hectares. Esses animais, rústicos e muito resistentes às estiagens comuns na região, se alimentam livremente nas pastagens nativas. O distrito fica numa área de dunas do Rio São Francisco, formada pelas comunidades de Jurema, Riacho Grande, Melancia e Salina da Brinca, no município de Casa Nova, norte da Bahia.

FORTALECER ASSOCIAÇÃO É ESTRATÉGIA PARA DEFESA DE COMUNIDADES RURAIS EM PILÃO ARCADO

Imagem
Além da falta de políticas públicas,  diversas comunidades rurais de Pilão Arcado listam como grandes problemas a enfrentar as incertezas acerca dos processo de regularização fundiária, assim como a concentração de terras. 
Pensando em fortalecer as comunidades, a partir de seus trabalhos organizativos, desde agosto de 2015 a Comissão Pastoral da Terra e a paróquia Santo Antônio de Pilão Arcado realizam uma série de formação sobre associativismo. Uma demanda apresentada pelas comunidades. 
Na primeira etapa, os trabalhos focaram nos requisitos necessários para se criar e manter uma associação. Representantes de 40 comunidades próximas à sede municipal e  da Lagoa da Serrote estiverem presentes. 
A segunda série da formação ocorreu em meados de agosto deste ano. Além de avaliaram e recordarem o primeiro encontro,  os/as participantes discutiram a organização das associações, destacando a importância de fortalecer a entrada de novos agentes, inclusive mulheres e jovens. O grupo, formado po…

CARTA DA 3° SEMANA E ROMARIA DO CERRADO REVELA A FRAGILIDADE HÍDRICA DO MUNICÍPIO DE CANAPÓLIS - BA

Imagem
O município de Canápolis – BA acolheu, de 02 a 10 de setembro, os/as romeiros/as que vieram de diferentes cidades da região oeste da Bahia para a 3ª Semana e Romaria do Cerrado. Foram  dias de visitas às comunidades rurais e discussões sobre o tema: Cerrado em Pé: Sem Cerrado, Sem Água e Sem Vida.  O encerramento das atividades foi com a romaria, uma celebração de vida, que apontou a fragilidade hídrica do município que hoje tem 10 nascentes totalmente secas, 11 com forte tendência a secarem e três que ainda continuam perenes. Um dos principais motivos para este colapso é a ação do agronegócio. Confira a seguir, a íntegra da carta que o povo do oeste baiano escreveu como resultado dos dias de reflexão.
Carta da 3ª Semana e Romaria do Cerrado – Canápolis –  Oeste da Bahia “Cerrado em Pé: Sem Cerrado, Sem Água e Sem Vida” A transição entre o inverno e a primavera marca a região Oeste da Bahia com o amarelo dos ipês. É sabido que o mês de setembro se aproxima, e com ele no dia 11 de setembr…

COMUNIDADES DE AREIA GRANDE CONSEGUEM PARALISAÇÃO DE REINTEGRAÇÃO DE POSSE

Imagem
O Desembargador Dr. Gercino José da Silva, Ouvidor Agrário Nacional, requereu ao empresário Carlos Nisan que não entrasse com o pedido de reintegração de posse da área que abrange o território da Areia Grande, em Casa Nova, que está ameaçada pela injusta decisão do juiz Eduardo Padilha.  A medida vale até que seja julgado o recurso impetrado pelas comunidades junto ao Tribunal de Justiça da Bahia.  A solicitação ocorreu durante uma Audiência da Comissão Nacional de Violência no Campo, realizada na sede do INCRA em Salvador na segunda 29, com a presença também de camponeses da área de fundo de pasto em disputa.
A Comissão Nacional de Combate à Violência no Campo deve se reunir com a Desembargadora Joanice Maria Guimarães de Jesus , relatora do recurso que pede a suspensão do cumprimento da imissão de posse que favorece os empresários Carlos Nisan e Alberto Martins Pires, expedida pelo juiz Eduardo Padilha de Casa Nova.
Está previsto também um encontro com a Corregedoria Geral e do Interi…