Postagens

Mostrando postagens de Outubro, 2019

Políticas Públicas serão discutidas durante Seminário em Juazeiro

Imagem
Na próxima quarta-feira (6), no auditório da Câmara Municipal de Juazeiro, acontecerá um Seminário sobre Políticas Públicas. O evento busca fortalecer as discussões que vêm sendo realizadas durante todo o ano em torno da Campanha da Fraternidade 2019, que tem como tema “Fraternidade e Políticas Públicas”. O Seminário, realizado pela Diocese de Juazeiro, começará às 14h.
A abertura será feita pelo bispo Dom Beto Breis e o deputado estadual Tum. Em seguida, o professor do curso de Ciências Sociais da Universidade Federal do Vale do São Francisco (Univasf) Adalton Siqueira fará uma palestra sobre o tema do evento.
A programação do Seminário contará ainda com uma mesa redonda composta por professores, integrantes de organizações da sociedade civil e movimentos sociais. A mesa abordará os desafios das políticas públicas em diversas áreas: Territorial, Convivência com o Semiárido, Educação, Violência contra a mulher, Saneamento, Saúde e rio São Francisco.
“Quando se fala em política, precisamo…

Canudos, terra fértil para as juventudes

Imagem
Um território sagrado, palco de uma das maiores experiências de comunidades autônomas e, ao mesmo tempo, da violência e opressão do Estado brasileiro. Foi em Canudos (BA), no último final de semana, que dezenas de jovens do campo e da cidade dos estados da Bahia e Sergipe revisitaram a história do Arraial de Belo Monte buscando fortalecer os processos de resistências atuais.
O Intercâmbio da Juventude foi realizado durante a 32ª Romaria de Canudos, que teve como tema “Canudos, terra fértil da esperança e liberdade”. A troca de experiências - organizada pela Comissão Pastoral da Terra (CPT), Conselho Pastoral do Pescadores (CPP) e Cáritas – reuniu jovens de comunidades tradicionais de fundo de pasto, quilombolas, pescadoras, de assentamentos e organizações e movimentos populares.

Uma visita ao Parque Estadual de Canudos fez parte da programação do Intercâmbio. No Parque, os/as jovens visitaram locais históricos da Guerra de Canudos, a exemplo do Vale da Morte, Hospital de Sangue e o Alt…

Incêndio destrói área preservada da Caatinga em Campo Alegre de Lourdes

Imagem
Um incêndio, que começou por volta das 14h da última quinta-feira (10), atingiu parte da área das comunidades tradicionais de fundo de pasto do Território de Angico dos Dias, no município de Campo Alegre de Lourdes. O fogo, que se alastrou por uma extensa área, ainda permanece neste sábado (12).
A área atingida pelo incêndio era composta por várias espécies da Caatinga, a exemplo de aroeiras, angicos, umbuzeiros, umburanas e caroás. “Era uma área bem preservada, com madeira nativa de muitos anos, que tínhamos o maior cuidado e o fogo passou devorando tudo”, comenta o presidente da Associação de Fundo de Pasto de Angico dos Dias e Açu Edinei Soares.



Para os moradores locais, o incêndio foi criminoso e estaria ligado a pessoas envolvidas na tentativa de grilagem de terras das comunidades tradicionais. Após dois dias de intenso trabalho tentando apagar o fogo, os moradores esperam que o incêndio não volte a se espalhar novamente e provoque mais prejuízos.


Texto: CPT Juazeiro Fotos e vídeo…

“Hoje somos todos Angico dos Dias”: Fórum de Entidades presta solidariedade a comunidade impactada pela mineração

Imagem
Na última quarta-feira (2), cerca de 60 pessoas de comunidades rurais e organizações sociais de Campo Alegre de Lourdes (BA) participaram da reunião do Fórum de Entidades Populares do município. Durante o encontro, o assunto mais debatido foram as explosões realizadas pela mineradora Galvani, que fica localizada na comunidade de Angico dos Dias. Os/as trabalhadores/as rurais prestaram solidariedade às famílias atingidas pela mineração e reafirmaram o apoio na luta pela permanência na terra e garantia dos direitos da população. 
O padre Bernardo Hanke iniciou a reunião do Fórum destacando que mais de 80% do município é mapeado para pesquisa mineral e que, atualmente, além das mineradoras outros empreendimentos ameaçam os territórios das comunidades. “Hoje todos nós somos Angico dos Dias, solidários, vendo a dor e sofrimento, procurando junto com o povo do Angico dos Dias as soluções. Hoje foi Angico dos Dias, amanhã poderá ser outra comunidade”, afirmou o padre. 

Na última semana do mês …