Postagens

Mostrando postagens de Julho, 2014

AGRONEGÓCIO FAZ BLITZ COM PRESIDENCIÁVEIS; QUEREM MAIS TERRAS PARA ESTRANGEIROS E MUDANÇAS NA CONSTITUIÇÃO

Imagem
Eles querem revisão da lei de terras, com aumento da permissão para compra por estrangeiros. Nova legislação trabalhista, “adequada à realidade atual do agronegócio”. Proibição de demarcação de terras indígenas e quilombolas em terras que tenham sido ocupadas. Menos impostos. Mais etanol. Menos restrições sanitárias na exportação. Essas são algumas das propostas apresentadas pelo agronegócio aos presidenciáveis. Elas constam de documento elaborado pelo GV Agro, da Fundação Getúlio Vargas, com a colaboração da Associação Brasileira do Agronegócio (Abra) e a participação das principais entidades do setor, que se reuniram no dia 15 de julho, em São Paulo. Ele se chama “Agronegócio Brasileiro 2015-2022 – Proposta de Plano de Ação aos Presidenciáveis”. 
As propostas serão debatidas no dia 4 de agosto, em São Paulo, durante o 13º Congresso Brasileiro do Agronegócio. E oficialmente entregues aos coordenadores de campanha dos presidenciáveis. DE OLHO NAS TERRAS A agenda dos ruralistas segue agress…

O RIO SÃO FRANCISCO JÁ É UM RIO INTERMITENTE, POR ROBERTO MALVEZZI ( GOGÓ)

Imagem
Embora não tenha cortado totalmente seu fluxo de água, o São Francisco já é praticamente um rio intermitente. A atual defluência – saída de água rio abaixo – da represa de Três Marias, em Minas Gerais, é de 150 m3 por segundo (sic!). Não se espantem, é essa mijada de gato. Portanto, um fiapo de água para o que já foi o grande Rio São Francisco (CBHSF). Essa realidade é visível a olho nu em municípios como Pirapora. Até a extração de água para abastecimento humano das cidades ribeirinhas já está comprometida. Se formos falar em navegação, pesca, etc., é melhor procurar nas fotografias.

MPT ACIONA JUSTIÇA PARA QUE M. OFFICER SEJA BANIDA DE SÃO PAULO POR EXPLORAR ESCRAVOS

Imagem
O Ministério Público do Trabalho ajuizou Ação Civil Pública cobrando a responsabilização da M5, empresa detentora da marca M. Officer, pelo emprego sistemático de trabalho escravo em sua cadeia produtiva. Os procuradores Christiane Vieira Nogueira, Tatiana Leal Bivar Simonetti e Tiago Cavalcanti Muniz, que assinam a peça, pedem que a empresa seja condenada a pagar R$ 10 milhões, sendo R$ 7 milhões como danos morais coletivos por submeter pessoas a condições degradantes e jornadas exaustivas, e R$ 3 milhões pela prática do que classificam como dumping social, ou seja, a subtração constante de direitos trabalhistas como forma de se obter vantagens em relação a concorrentes. A ação pede que o valor total seja revertido para o “Fundo de Amparo ao Trabalhador ou seja convertido em bens ou serviços para reconstituição dos bens lesados”.

JOVENS REFLETEM SOBRE REALIDADE DO CAMPO ATRAVÉS DA FOTOGRAFIA

Imagem
Jovens e lideranças das comunidades de Brejo Grande, Limoeiro e Santo Antônio Limoeiro, município de Campo Formoso – BA,  que participam das oficinas de Antropologia Visual promovidas pela  CPT em parceria com o professor Cixto Bandeira da UNIVASF, reuniram-se neste mês de julho para  socializar informações sobre a realidade local e fazer uma avaliação da participação dos jovens nas questões que dizem respeito à comunidade.  No início da reunião, os participantes citaram o desmoronamento de barrancos da serra por conta da chuva, mas observaram que a terra que cedeu foi de uma área já explorada pela mineração.  Outro assunto bastante debatido, diz respeito a situação das famílias que vivem nas comunidades do entorno da mina, as quais perderam suas terras para as empresas mineradoras, como o Limoeiro, que atualmente, encontra dificuldade até mesmo para ampliar o seu cemitério local.  Essa situação fundiária provoca a mobilidade de grande parcela dos jovens que migram para outras regiões e…

DISPUTA POR ÁGUA AUMENTOU 32% EM 2013

Imagem
O documento “Conflitos no Campo no Brasil 2013”, produzido pela Comissão Pastoral da Terra (CPT), teve seu lançamento, em Minas Gerais, na última terça-feira (15), em Belo Horizonte. O estudo traz informações sobre as disputas por terra, por direitos trabalhistas, pela água e outros, que acontecem em todo o Brasil. Minas Gerais registrou 64 conflitos e teve 24 mil famílias atingidas. O número de conflitos por água é destaque do ano, sendo o maior já registrado. Em 2012 foram 79 disputas, enquanto em 2013 o número aumentou para 104, com a média de 31 mil famílias brasileiras atingidas. “Isso revela as consequências que hidrelétricas e mineradoras trazem ao país”, afirma a coordenadora nacional da CPT, Isolete Wichinieski. “Nesses conflitos, vimos famílias que são expulsas pela construção de barragens, ou são atingidas por problemas ambientais, como a contaminação da água e a degradação do solo”, conta a coordenadora. Para Isolete, o resultado também aponta a urgência de preservação d…

ÁGUA NAS ELEIÇÕES

Imagem
Aécio disse que vai promover um tsunami para varrer o PT. Lula não perdeu a piada e disse que seria melhor que provocasse um tsunami para encher os reservatórios da Cantareira. Portanto, a questão da água vai estar nessas eleições, ainda que seja por caminhos enviesados, não como merece e precisa ser tratado.
A paisagem de vários e grandes rios nesse momento é o retrato do descaso da civilização brasileira para com eles. A situação já diagnosticada do desmando com nossos mananciais – de superfície e subterrâneos – até agora não implicou em uma nova concepção de relação e cuidado. O fio de água a que está reduzido o São Francisco na região de Pirapora ou entre Sergipe e Alagoas, as pedras expostas do fundo do Rio Grande na divisa de Minas com São Paulo, o leito seco do Tietê na região de Pirapora, a dramática situação dos reservatórios da Cantareira, a longa estiagem que acabamos de atravessar aqui no Semiárido, nenhuma dessas gritantes realidades parece comover políticos, corporações t…

ORGANIZAÇÕES REPUDIAM LIBERAÇÃO DE AGROTÓXICOS QUE CONTENHA BENZOATO DE EMAMECTINA

Imagem
Organizações sociais que compõem a Campanha Permanente Contra os Agrotóxicos e Pela Vida lançaram uma carta em repúdio à liberação de agrotóxicos que contenham o produto benzoato de emamectina. O Ministério Público da Bahia já havia entrado com uma ação para proibir o uso desse agrotóxico. Acontece que a Justiça suspendeu a decisão, que agora será julgada pelo Pleno do Tribunal de Justiça, no próximo dia 23 de julho. Segundo as entidades, existem estudos que comprovam que há meios alternativos para combater uma lagarta, chamada Helicoverpa Armigera, que se alastrou por lavouras de algodão e soja da Bahia. A própria Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) já afirmou que o benzoato de emamectina contém alto grau de neurotoxidade e é altamente perigoso à saúde em qualquer dose utilizada. “Sabe-se ainda que a utilização da referida substância não resolverá o problema, pois, além dos malefícios à saúde e ao meio ambiente, a lagarta adquirirá resistência também ao mesmo e se prolife…

NÃO IA TER COPA... PODE TER UM PAÍS

Faltou "combinar com os russos" – alemães, no caso.  Garrincha, o "anjo torto", personificação da trágica genialidade brasileira, teria reagido assim às falações táticas do técnico Feola, na Copa de 1958. Foi lá e levou à vitória de 2 a 0 diante da União Soviética, ainda na primeira fase daquela Copa. A seleção nacional foi campeã pela primeira vez e revelou ao mundo que o Brasil, além de imenso e privilegiado pela natureza, era o "país do futebol", da "arte da bola", expressão máxima da miscigenação racial, futuro da humanidade e blá, blá, blá... Nesta Copa de 2014, arquitetada no auge da "Era Lula", tudo estava armado para este fantasioso Brasil aí reafirmar-se no século XXI, o futuro finalmente chegando aqui... "Bola da vez" do capital global, ia continuar "bombando" no mercado mundial sem fronteiras e sem limites, a máfia que é a FIFA puxando o samba... Tudo combinado com o Brasil de sempre, autocomplacente e sub…

BERNARDO, 40 ANOS DE PADRE, 26 EM CAMPO ALEGRE DE LOURDES

Imagem
O feriado de 2 de julho, dia da Independência da Bahia (e do Brasil), foi diferente este ano em Campo Alegre de Lourdes, longínquo município do sertão baiano. A comunidade católica se reuniu em cerca de mil pessoas, à noite, na praça da matriz para celebrar seu padre vigário. Com presença de muitas comunidades da sede e do interior, convidados de fora, vários padres e o bispo diocesano, seguiram-se à celebração da missa de ação de graças apresentações de vídeo sobre a trajetória e o trabalho de Bernardo, jograis, poesias, canções e depoimentos que demonstraram a gratidão e o carinho do povo com seu líder e animador da fé e da luta.
O redentorista Bernardo Hanke veio da Alemanha em 1974, ainda como estudante de teologia. Concluídos os estudos, foi ordenado padre da diocese de Rubiataba, em Goiás. De lá, mudou-se para a nova Pilão Arcado, a convite de Dom José Rodrigues, assumindo a paróquia logo após a relocação dos atingidos pela barragem de Sobradinho, situação que exigiu a solidaried…

OAB DEFENDE RESPEITO À DEMARCAÇÃO DE TERRAS INDÍGENAS NO BRASIL

Imagem
O presidente do Conselho Federal da OAB, Marcus Vinicius Furtado Coêlho, expressou preocupação com a situação dos índios ianomâmis que estão tendo suas terras ameaçadas pela presença de garimpeiros e de atividade mineradora. “A defesa das terras indígenas é de suma importância para o Brasil”, declarou Marcus Vinicius. “A OAB encampa todos os esforços para que essa população tenha seus direitos respeitados e assegurados.” De acordo com reportagem do jornal “O Globo”, uma nova corrida do ouro está em andamento nas terras demarcadas do povo ianomâmi na Amazônia, uma área de 9,6 milhões de hectares. Recentemente, operações da Funai, do Exército e da Polícia Militar retiraram 1.500 garimpeiros, explodiram 22 pistas de pouso e afundaram 84 balsas com minérios retirados da área protegida. O premiado fotógrafo Sebastião Salgado retratou a situação dos índios, inclusive acompanhando rituais fúnebres do grupo. O jornal também relata projetos que visam flexibilizar e até autorizar a exploração de …

MONSANTO, A SEMENTE DO DIABO

Imagem
A semente do diabo”, foi assim que o popular apresentador do canal norte-americano HBO Bill Maher batizou a multinacional Monsanto, num dos seus programas e em referência ao debate sobre os Organismos Geneticamente Modificados. 

Por quê? Trata-se de uma afirmação exagerada? O que esconde esta grande empresa da indústria das sementes?