Postagens

Mostrando postagens de Março, 2017

COVEIROS DA ESPERANÇA

– Aos parlamentares ditos católicos – Por Roberto Malvezzi (Gogó) É difícil saber se há algum parlamentar católico que se oriente politicamente pelos princípios da Doutrina Social da Igreja de justiça, equidade e respeito pelos mais pobres. Mas, há muita gente ali que se declara católico. Nem vamos falar da Bancada da Bíblia, aliada da Bancada do Boi e da Bala. Esses são os adoradores do dinheiro, do poder e da violência. Agora, com a PEC do fim do mundo, com as mudanças trabalhistas reduzindo nosso povo aos níveis da revolução industrial na Inglaterra, com a destruição da Previdência Social, seria necessário saber com quem esses parlamentares estão votando. Para os adoradores do dinheiro e do poder, o Juízo Final é uma piada. Mas, para quem tem alguma referência em Deus, é bom lembrar que quem exclui os mais pobres atrai a maldição de Deus, também nas suas decisões políticas. Paulo VI lembrava que a política é o espaço supremo da caridade. Portanto, vale o contrário, ou seja, pode ser o e…

AREIA GRANDE COMEMORA SUSPENSÃO DE DECISÃO JUDICIAL QUE DETERMINAVA DESPEJO DAS COMUNIDADES TRADICIONAIS

Imagem
No último domingo (26), os/as moradores/as das comunidades do fundo de pasto de Areia Grande, localizado em Casa Nova (BA), transformaram a assembleia mensal em uma grande festa. O motivo foi a suspensão da decisão judicial, emitida pelo ex-juiz da comarca de Casa Nova Eduardo Padilha, pelo Tribunal de Justiça do Estado da Bahia. A decisão de Padilha determinava a posse do território, onde vivem cerca de 400 famílias, a dois empresários. A comemoração contou com a presença do bispo da Diocese de Juazeiro, Dom Beto Breis.
Desde o final da década de 1970, o território das comunidades tradicionais é alvo de conflitos e grilagens de terras. Em julho de 2016, o então juiz de Casa Nova, Eduardo Padilha, expediu mandado de imissão de posse do território em favor dos empresários Alberto Martins Pires Matos e Carlos Nisan Lima Silva.  O despacho pôs em risco a permanência dos camponesas/as no local, pois autorizava, inclusive, o uso de força policial.
Os/as camponeses/as de Areia Grande realizar…

CONVITE: SEMINÁRIO "GRILAGEM NA BAHIA: IDENTIFICAÇÃO, ENFRENTAMENTO E RESPONSABILIZAÇÃO"

Imagem
A Associação de Advogados de Trabalhadores Rurais no Estado da Bahia – AATR/BA, organização civil sem fins lucrativos, que há 35 anos presta assessoria jurídica popular aos movimentos sociais e organizações populares da Bahia, tem a honra de convidá-lo (a) para o Seminário “Grilagem na Bahia: identificação, enfrentamento e responsabilização”. O evento acontecerá às 14h do dia 31 de março de 2017, no auditório da Faculdade de Geociências da UFBA (Barão de Jeremoabo, s/n, Ondina, Salvador, BA). Na oportunidade, lançaremos o primeiro número da publicação “No Rastro da Grilagem”, intitulado “Formas Jurídicas da Grilagem Contemporânea”. A obra foi construída pela AATR, em articulação com entidades parceiras e movimentos sociais da Bahia, como objetivo de servir como um instrumento de análise jurídica, sistematização, reflexão e denúncia de casos de grilagem no estado. A perspectiva é de que este número contribua para dar visibilidade à dimensão, gravidade e complexidade do fenômeno no atua…

DIA DA ÁGUA, ÁGUA DE CADA DIA

Imagem
Por Roberto Malvezzi (Gogó)
Um país que é o mais rico em água doce do mundo Que tem a maior malha hídrica de rios do planeta Que tem chuva em todo território nacional Quem tem seu ciclo das águas potencializado pela floresta Amazônica, Que distribui suas águas pelo Amazonas Voador que vai até Buenos Aires Ou até mesmo até a Patagônia Que armazena as chuvas desse rio nos aquíferos do Cerrado Ou até mesmo no Aquífero Guarani Que tem um único rio que sai do Sul para o Norte, pela Depressão Sertaneja E que se chama rio São Francisco E que é alimentado pelas águas do Cerrado Mas, que tem uma elite econômica e política que vê as florestas e as águas como inimigas Que para produzir tem que destruir Ou acha que riqueza é soja, boi e eucalipto, mas não a água, as florestas e sua biodiversidade Que faz obras hídricas faraônicas, mas é incapaz de lançar um olhar sobre o manancial de onde essa água sai Ou faz a água faltar nas casas e torneiras do povo Que insiste em privatizar os mananciais ou o …

EM REMANSO (BA), POPULAÇÃO VAI ÀS RUAS CONTRA A REFORMA DA PREVIDÊNCIA

Imagem
Trabalhadores/as rurais, professores/as, estudantes e várias entidades de Remanso (BA), como o Sindicato dos Trabalhadores Rurais e a Colônia de Pescadores, realizaram um ato contra a proposta de Reforma da Previdência, que tramita no Congresso Nacional. A manifestação aconteceu ontem (20), no centro da cidade.
O ato teve início às 8h, na Praça Central. De lá, os manifestantes saíram em caminhada passando pelo mercado público e comércio. A Proposta de Emenda Constitucional (PEC) 287/16 quer estabelecer uma idade mínima de 65 anos para homens e mulheres se aposentarem, inclusive os trabalhadores/as rurais, e um tempo mínimo de contribuição de 25 anos. A PEC da Previdência também prevê 49 anos de contribuição para os aposentados receberem o benefício integralmente.

COMER É UM ATO DE FÉ

Por Roberto Malvezzi (Gogó)Sartre dizia que a sociedade vive de uma “fé laica”, isto é, precisamos acreditar que a pasta de dente não tem veneno, que o avião tem combustível, que a ponte não vai cair, que o remédio tem a substância ativa na quantidade certa, assim por diante. A razão dessa fé é que não temos condição, como cidadãos, de averiguar caso a caso se o que nos dizem procede verdadeiramente ou se é uma farsa. Os chamados “global players”, essas transnacionais que dominam ramos específicos do capital no mercado global, seguem o script comum do suborno, da compra, da deposição de governos democraticamente eleitos, da promoção da guerra, da destruição de países, da eliminação de populações inteiras em nome de seus interesses. As empreiteiras brasileiras, a indústria da carne e a Petrobrás estão nesse campo. Acontece que os “players” dos Estados Unidos e Europa querem o lugar que essas ocupam, ou ocupavam. A carne podre nos prova que o agro é tech, que o agro é pop, que o agro é tó…

COMUNIDADES ECLESIAIS DE BASE DE JUAZEIRO PROMOVEM CAMINHADA ECOLÓGICA

Imagem
Protestar contra a degradação e poluição dos riachos afluentes do Velho Chico e a falta de tratamento do sistema de esgoto local. É com esse objetivo que as Comunidades Eclesiais de Base (CEBs) da cidade de Juazeiro realizarão no próximo dia 26 de março, domingo, uma Caminhada Ecológica. A manifestação acontecerá a partir das 8h, do bairro Alto da Aliança, saindo da frente da igreja católica de N. Sra. de Fátima, até o riacho do bairro Malhada da Areia.
Segundo os organizadores, muitos riachos que passam pela cidade de Juazeiro viraram redes de esgoto a céu aberto, contribuindo para a proliferação de doenças e servindo como criadouro de mosquitos. Além da população que mora perto dos riachos, obrigada a conviver com o mau cheiro e o risco à saúde, sofre também o Rio São Francisco que recebe toda a poluição. A falta de tratamento no sistema de esgoto na cidade é também tema do protesto.

VIOLÊNCIA NO CAMPO BAIANO E BRASILEIRO É ALARMANTE

Imagem
Nota de Entidades Sociais e Movimentos Populares da Bahia e do Brasil
A Comissão Pastoral da Terra da Bahia, a Associação dos Advogados de Trabalhadores Rurais na Bahia e representantes de 34 EntidadesSociais e Movimentos Populares de todo o País presentes no 6º Encontro “CESE e Movimentos Sociais” acontecido em Salvador – BA, nos dias 13 e 14 de março de 2017, abaixo-nomeados, vêm a público denunciar o agravamento dos conflitos agrários, com aumento da violência no campo baiano e brasileiro e os rumos ainda mais preocupantes que este quadro aponta.
Recebemos com indignação a notícia da prisão pela Polícia Militar, de forma violenta e arbitrária, de cinco camponeses da Comunidade de Fecho de Pasto de Porteira de Santa Cruz, município de Serra Dourada. São eles Sérgio Pereira de Jesus, Antônio de Jesus, José Pereira de Jesus, João José da Silva e Geneildo dos Santos Silva – pais de família respeitados, vítimas das calúnias de seus algozes, cujo “crime” foi defender o território onde há …

FÓRUM DE ENTIDADES POPULARES REALIZA AUDIÊNCIA COM PREFEITURA DE CAMPO ALEGRE DE LOURDES

Imagem
Mais de 100 pessoas de várias comunidades de Campo Alegre de Lourdes (BA) se reuniram, no Salão Paroquial do município, para uma audiência com o prefeito Enilson Marcelo Rodrigues. A audiência, proposta pelo Fórum de Entidades Populares da cidade, teve como objetivo discutir políticas públicas relacionadas à educação, transporte, saúde e meio ambiente.
Representantes da Paróquia de Nossa Senhora de Lourdes, da Comissão Pastoral da Terra (CPT), do Serviço de Assessoria a Organizações Populares Rurais (Sasop) e do Instituto Regional da Pequena Agropecuária Apropriada (Irpaa) também participaram da audiência, que aconteceu na manhã da última sexta-feira (24).
Entre as principais reivindicações da população de Campo Alegre de Lourdes abordadas na reunião estão a recuperação das estradas vicinais, a reabertura dos postos de saúde, a melhoria das instalações das escolas e do transporte escolar e a limpeza de fontes de água. Os participantes também cobraram que a lei ambiental do município se…