Postagens

Mostrando postagens de Agosto, 2018

Lideranças comunitárias visitam território de Angico dos Dias

Imagem
Na terça-feira, dia 21 de Agosto, cerca de 60 pessoas, lideranças e representantes de 15 comunidades fizeram uma visita no território de fundo de pasto de Angico dos Dias, município de Campo Alegre de Lourdes, com o objetivo de apoiar e fortalecer a luta e organização da comunidade e também trocar experiências em relação aos impactos sofridos pela mineradora Yara/Galvani. Outro objetivo foi debater a questão do associativismo comunitário para fortalecer as comunidades tradicionais que vem sendo cobiçadas por grandes empresas capitalistas.
As comunidades presentes nessa visita foram: Baixão dos Bois, Sítio Novo do Pedrao, Pedra Comprida, Lagoa do Arroz, Barreiro do Espinheiro, Baixão do Calixto, Ramalho, São Gonçalo, Santa Úrsula, Baixão Grande, Baixãozinho, Baixão Novo e Assentamento Chico Mendes.
Durante a atividade, foi feito uma visita na lagoa da comunidade, onde antigamente as pessoas utilizavam da água até para beber, e infelizmente hoje, por causa da grande poluição provocada min…

Trabalhadores/as debatem impactos da mineração e parques eólicos

Imagem
“Uma destruição total, tanto da natureza como do sossego das pessoas que vivem ali”, relata Pedro Sérgio dos Santos se referindo à instalação de um parque eólico na vizinhança da sua comunidade. O jovem, nascido e criado na Taquara, localizada no município de Morro do Chapéu-BA, conta com tristeza as mudanças que ocorreram no local após a chegada do empreendimento há pouco mais de um ano. Entre as transformações nas paisagens e no cotidiano, os impactos nas relações de pertencimento e culturais é o que mais chama a atenção na fala de Pedro.
“A gente ia se divertir nos rios, cachoeiras, cavernas e hoje a gente perdeu tudo isso e eles proíbem passar lá, a gente que mora vizinho tem que se identificar. E não tem mais graça ir na serra, você vai ver o que lá? Torre? Não se vê mais uma planta, bicho...”, afirma.
Relatos como o de Pedro Sérgio foram ouvidos durante o “Seminário das Comunidades Ameaçadas e Impactadas pelos Projetos do Capital: Exploração Mineral e Parques Eólicos na Região C…

Conjuntura política nacional: Organismos e Pastorais da CNBB apresentam manifesto público

Imagem
Organismos e pastorais da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) apresentaram na terça-feira (14) manifesto público “Resistência democrática, unidos pela justiça e paz” com análise de conjuntura política nacional e 10 propostas para construir programa que seja uma referência e orientação nas eleições gerais e que possa movimentar a espiral de cidadania e do bem comum. O manifesto público foi elaborado coletivamente pela Cáritas Brasileira, Comissão Brasileira Justiça e Paz, Comissão Pastoral da Terra, Conferência dos Religiosos do Brasil, Conselho Indigenista Missionário, Conselho Nacional do Laicato do Brasil, Conselho Pastoral dos Pescadores, Fórum de Mudanças Climáticas e Justiça Social, Pastoral Carcerária, Pastoral Operária e Serviço Pastoral do Migrante. Confira: RESISTÊNCIA DEMOCRÁTICA, UNIDOS PELA JUSTIÇA E PAZ! Estamos vivendo tempos difíceis no Brasil. Males que pretendíamos ter deixado para traz voltam a nos atormentar e fazem sofrer o nosso povo. Pobreza absoluta, m…