Postagens

Mostrando postagens de Abril, 2013

MST RECEBE PRÊMIO GUERNICA PARA A PAZ E RECONCILIAÇÃO, NO PAÍS DO BASCO

O MST recebeu nesta sexta-feira (26/4) o prêmio Prêmio Guernica para a Paz e Reconciliação de 2013, na cidade de Guernica, na Espanha. O prêmio foi entregue durante os atos de memória dos 76 anos do bombardeio de Guernica pelos nazistas.
Cerca de 400 pessoas participaram da cerimônia, dentre as quais autoridades da cidade, membros da Via Campesina da Espanha e amigos do MST no País Basco.
Ao conceder o prêmio para o MST, o comitê de jurados afirmou que o movimento é uma “organização que luta pela paz e pela reforma agrária no Brasil. Está há 30 anos resistindo, de forma não violenta, e já conquistou mais de 1.500 assentamentos legalizados, que reúnem 350 mil famílias em um total de 5 milhões de hectares".
João Paulo Rodrigues, da coordenação do MST, que recebeu o prêmio pelo movimento, agradeceu ao lembrar das vítimas do bombardeio e da violência contra os trabalhadores rurais pelo latifúndio.
“Queremos dedicar esse prêmio a todas as vítimas do bombardeio de Guernica, a todos os pre…

ALTA DE ALIMENTOS ESTÁ LIGADA AO AGRONEGÓCIO, DIZEM ESPECIALISTAS

Imagem
“Olha o meu cordão! Tomates! Estou usando ouro”, disse a apresentadora Ana Maria Braga, do programa Mais Você, da Rede Globo, no dia 10 de abril. Ela proferiu essa frase e fez o programa inteiro usando um colar feito de tomates, em “protesto” ao aumento do preço. 

Diversas piadas em relação ao preço alto do tomate se espalharam pela internet nas últimas semanas. Muito se discutiu na imprensa sobre a alta do preço, alardeando o crescimento da inflação provocado pela alta dos alimentos e que o aumento na taxa de juros seria a medida principal no controle da inflação.

RELATOR NO SENADO DÁ PARECER FAVORÁVEL À PEC DO TRABALHO ESCRAVO

O senador Aloysio Nunes Ferreira (PSDB-SP) entregou, nesta terça (23), parecer favorávelà aprovação da proposta de emenda constitucional 57A/1999, que prevê o confisco de propriedades flagradas com mão de obra escrava, destinando-as à reforma agrária e ao uso social urbano. Ele é o relator da matéria na Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania do Senado Federal. “Ao permitir o confisco do imóvel em que houver trabalho escravo, o país dará um sinal inequívoco de que está empenhado em inibir a prática desse tipo de crime que fere, não só as leis trabalhistas, mas, antes de tudo, os direitos humanos”, afirma em seu parecer. A PEC, aprovada na Câmara dos Deputados em maio do ano passado sob a numeração 438/2001, voltou para a sua casa de origem por ter sofrido modificações. Aloysio propôs a aprovação sem alterações.

AUMENTO DOS CONFLITOS DA TERRA, ASSASSINATOS E CONFLITOS PELA ÁGUA SÃO DESTAQUE NO RELATÓRIO ANUAL DA CPT

Imagem
Na tarde de ontem, 22 de abril, a Comissão Pastoral da Terra (CPT) lançou, durante ato no Acampamento Hugo Chávez, ao lado do Incra do DF, em Brasília, a 28ª edição da publicação Conflitos no Campo Brasil 2012.
 No ato foram apresentados os dados de conflitos no campo no ano de 2012, que somaram 1.364, os conflitos por terra, 1.067, e os assassinatos, que somaram 36 nesse último ano. Um aumento de 24% em relação ao ano de 2011. Além disso, Antônio Canuto, secretário da coordenação nacional da CPT destacou que desses assassinados, 7 já haviam recebido ameaças de morte. O que demonstra que está se cumprindo as promessas de morte nos conflitos no campo, em detrimento da inoperância do estado nesses casos. Além disso, Canuto destacou a impunidade que persiste em nosso país, e que ficou clara na absolvição do mandante do assassinato do casal de extrativista de Nova Ipixuna (PA), José Cláudio e Maria do Espírito Santo, em julgamento realizado no início do mês de abril. O casal já havia receb…

ESTUDO MOSTRA QUE AGROTÓXICO USADO EM CANA E SOJA É CANCERÍGENO

Uma pesquisa realizada na Universidade Estadual Paulista (Unesp) identificou o modo de ação do diuron, um herbicida amplamente utilizado nas culturas de soja e cana-de-açúcar, que provocou câncer na bexiga de ratos. “Mostramos que, quando eliminados pela urina, o diuron ou seus metabolitos provocam necrose em múltiplos focos do urotélio, o revestimento da bexiga. Em resposta, esse revestimento prolifera para substituir as áreas lesadas.  A proliferação celular contínua, se mantida durante muito tempo, acaba levando a erros nas sucessivas cópias do DNA, alguns deles predispondo ao desenvolvimento de tumores”, disse o médico João Lauro Viana de Camargo, professor titular de Patologia da Faculdade de Medicina de Botucatu da Universidade Estadual Paulista (Unesp) e coordenador do estudo, que teve apoio da FAPESP. Segundo o pesquisador, esse modo de ação evidencia que o diuron atua de forma não genotóxica, isto é, não provoca, de início ou diretamente, lesão de DNA. Tal lesão tende a ocorrer …

COMUNIDADES TEMEM CONSTRUÇÃO DE HIDRELÉTRICA EM RAPOSA SERRA DO SOL

Imagem
Terra Indígena Raposa Serra do Sol (RR) – A certeza do usufruto do seu território ainda parece estar distante para as comunidades que vivem na terra indígena, ao norte de Roraima. Depois de uma luta de mais de 35 anos pela demarcação contínua de suas terras e pela retirada dos não índios da área, um novo-velho fantasma atormenta: a construção de usinas hidrelétricas nos limites da terra. Os índios temem que o governo federal desengavete o projeto de construção de uma usina hidrelétrica no Rio Cotingo, que atravessa a região. Repetindo os casos do Rio Xingu, onde se constrói a Usina de Belo Monte e, mais recentemente, do Rio Tapajós, onde o governo também iniciou estudos de impacto ambiental para a construção de hidrelétricas. Esta última, inclusive teve o processo de licenciamento ambientaltemporariamente suspenso  porque, de acordo com a Justiça, não cumpriu o que determina a Convenção 169 da Organização Internacional do Trabalho (OIT), da qual o Brasil é signatário. Segundo a convençã…

OPERAÇÃO FLAGRA TRABALHO ANÁLOGO A ESCRAVIDÃO EM FRIGORÍFICO NA BAHIA

A diretora do frigorífico Mauricéa Alimentos, localizado na cidade de Luís Eduardo Magalhães, Mercia Maria Moraes, foi presa durante operação com a participação dos ministérios públicos Federal (MPF) e do Trabalho, de auditores fiscais e das polícias Federal e Rodoviária Federal. Ela foi conduzida à Delegacia Civil de Barreiras, mas a Justiça Federal concedeu a liberdade provisória. Mercia Maria foi presa na sede da companhia, logo após o resgate de 29 trabalhadores terceirizados que se encontravam nas instalações da empresa, em condições análogas às de escravo. Integrante da equipe que realizou a operação, o procurador da República José Ricardo Teixeira Alves recomendou a prisão da responsável. Os trabalhadores estavam em atividade às 4h, sem abrigo contra intempéries, vestiário e equipamentos de proteção adequados. Os funcionários cumpriam jornadas de trabalho de cerca de 14h, sem acesso a sanitários ou água potável. A alimentação era levada pelos próprios profissionais e permanecia…

MST FAZ MOBILIZAÇÃO EM 17 ESTADOS, NO DISTRITO FEDERAL E TRANCA 60 RODOVIAS

Imagem
O MST realizou mobilizações em 17 estados e no Distrito Federal no dia em que marca os 17 anos do Massacre de Eldorado dos Carajás, nesta quarta-feira (17/4), em memória aos 21 Sem Terra assassinados em 1996 no Pará e pela realização da Reforma Agrária.
Para cobrar da presidenta Dilma Rousseff a apresentação de um plano emergencial para o assentamento das 150 mil famílias acampadas em todo o Brasil, os Sem Terra trancaram 60 rodovias, realizaram ocupações de terras, prédios públicos, prefeituras, marchas e atos políticos, doações de alimentos por todo o país.
Foram promovidos protestos no Rio Grande do Sul, Ceará, Pernambuco, Distrito Federal, Rio de Janeiro, Pará, São Paulo, Minas Gerais, Paraná, Bahia, Rio de Janeiro, Mato Grosso do Sul, Sergipe, Mato Grosso, Rondônia, Maranhão, Goiás e Piauí.
Desde o começo do mês de abril, diversas ações já foram realizadas na jornada nacional pela Reforma Agrária nos estados. O MST denuncia a paralisação do processo de criação de assentamentos, caus…

ORGANIZAÇÕES SOCIAIS DISCUTEM COMO EVITAR CASOS DE TRABALHO ESCRAVO EM BONFIM E REGIÃO

Imagem

ABRIL INDÍGENA: "ESTÁ NA HORA DE PRIORIZARMOS A LUTA PELA TERRA"

Imagem
Dispostos a enfrentar o que consideram uma das piores conjunturas de ataque aos direitos pela terra pós-Constituição de 1988, povos indígenas de todo o país iniciaram nesta segunda-feira, 15, o Abril Indígena 2013, que segue até sexta-feira, 19, Dia do Índio. Nesta terça-feira, 16, cerca de 500 indígenas estarão em audiência com a Frente Parlamentar de Defesa dos Povos Indígenas, a partir das 10h30, na Câmara dos Deputados.  
Lideranças, caciques, pajés, professores e professoras, vindos de comunidades às margens de rodovias, aldeias acossadas pelo agronegócio, retomadas à espera de demarcação, pretendem mais do que discutir problemas, mas reivindicar o que lhes é de direito, usurpado pela agenda política de grupos latifundiários, mineradores, madeireiros.
“Muitas vezes nos deixamos enganar por conversas de gabinete. Não podemos deixar isso acontecer, porque se a gente parar para ver o que o governo federal está fazendo é tão ruim quanto aquilo que os fazendeiros, a elite agrária, fazem…

CNBB: "REFORMA AGRÁRIA NÃO FOI PRIORIDADE DE NENHUM DOS GOVERNOS DEMOCRÁTICOS".

Imagem
Em sua participação na coletiva de imprensa da sexta-feira, 12 de abril, o bispo de Balsas (MA) e presidente da Comissão Pastoral da Terra (CPT), dom Enemesio Angelo Lazzaris falou sobre a apresentação do Documento “A Igreja e a questão agrária no Século XXI”.
Dom Enemesio explicou que o Documento é uma continuidade das reflexões que a CNBB tem feito ao longo dos anos. E citou o ano de 1954, quando se realizou a 2ª Assembleia Geral dos Bispos e cujo tema central foi a “Reforma Agrária”, o bispo também lembrou o ano de 1980 quando na 18ª AG o tema foi “Igreja e problemas da terra” e mais recentemente, em 2006, quando foi lançado o Documento “Os pobres possuirão a terra”.
Dom Enemesio ressaltou que o Documento apresentado na 51ª AG composto por um breve histórico, quatro capítulos e conclusão “quer fazer entender de maneira crítica as velhas e novas razões do sofrimento e da violência que marcam e ensanguentam a nossa terra hoje talvez mais que ontem”. E reforçou dizendo que “de maneira c…

26ª ROMARIA DE CANUDOS DEBATE JUVENTUDE E MEIO AMBIENTE

Imagem
A 26ª Romaria de Canudos, que este ano acontece nos dias 18, 19 e 20 de outubro, vai debater questões ligadas à realidade dos jovens do sertão, com um enfoque no meio ambiente. A decisão sobre essa temática foi tirada na primeira reunião de preparação para o evento, realizada em 10 de abril na sede do Instituto Popular Memorial de Canudos (IPMC). Outra decisão tomada no encontro foi com relação a escolha do tema da Romaria deste ano: “Os Jovens e o Meio Ambiente na História Viva de Canudos” , e o lema: “Jovens, Levanta-te, Anda e Transforma o Sertão.
O padre José Alberto, vigário de Canudos e membro da comissão organizadora da Romaria lembrou da importância do evento discutir a realidade e os desafios vividos pelos jovens que em nosso sertão são chamado a assumir um papel muito importante nesse momento que a Campanha da Fraternidade desse ano faz uma abordagem muito pertinente às questões ligadas a vida dos jovens.
Para o Padre Alberto, o/a jovem do Semiárido se depara com inúmeras luta…

FISCAIS ENCONTRAM ESCRAVIDÃO EM OBRAS DE HOTEL NO RIO DE JANEIRO

Imagem
Um grupo de seis homens foi resgatado de situação análoga à de escravo, em fiscalização ocorrida entre 5 e 26 de março, enquanto trabalhava na construção do salão de festas do Hotel Santa Teresa, um dos mais luxuosos do Rio de Janeiro (RJ), com classificação de 5 estrelas. Contratadas pela empresa ALCAP Empreiteira Ltda, terceirizada que estava responsável pelas obras, as vítimas foram encontradas em condições degradantes de trabalho, devido à situação do ambiente onde estavam alojadas e do local em que realizavam o serviço. O hotel — localizado no bairro de mesmo nome, na região central da cidade, e que já recebeu hóspedes como a cantora Amy Winehouse, o ator Benicio Del Toro e o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso— assumiu parte da responsabilidade pelo caso. “O alojamento era um cortiço sem possibilidade de habitação e oferecia riscos aos trabalhadores. Pelo chão, havia sujeira, ratos, e a comida guarnecida estava apodrecendo”, explica o auditor-fiscal da Superintendência Region…

MST REALIZA MARCHA E OCUPAÇÃO NA BAHIA POR REFORMA AGRÁRIA E JUSTIÇA

Imagem
O Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra na Bahia iniciou nesta segunda-feira (8) a Marcha Estadual de luta pela Reforma Agrária. A marcha, que conta com cerca de cinco mil Sem Terra de nove regiões do estado, começou no município de Camaçari, ontem a tarde, e segue em direção a Salvador.
A marcha leva o nome de “Marcha Estadual Fábio Santos Silva”, homenageando o dirigente do MST assassinado com 15 tiros por pistoleiros no último dia 2, em Iguaí, região sudoeste da Bahia.
Na saída de Camaçari, os trabalhadores rurais marcharam à praça central da cidade e dialogaram com a sociedade questões referentes à criminalização da luta dos movimentos sociais - enfatizando o massacre de Eldorado dos Carajás e a execução recente de Fábio Santos -, denunciaram a seca no semi-árido baiano e a paralisação da Reforma Agrária.
“Precisamos sair em marcha para denunciarmos o descaso da justiça perante os assassinatos de trabalhadores rurais em todo o país. Também queremos denunciar a existência de vá…

MAIS DE CEM PESSOAS PARTICIPAM DA SEMANA SOCIAL DE JUAZEIRO

Mais de 100 pessoas de nove municípios  da região  participaram da 3º Semana Social Diocesana de Juazeiro entre os dias seis e sete,  no colégio Paulo VI em Juazeiro.  O evento terminou com a formação de um grupo que ficará responsável pelo encaminhamento das propostas discutidas durante as atividades.  O coletivo foi composto por estudantes, representantes de organizações populares e pastorais, e deve se reunir no dia 20 de abril, no Brasinha, às 10 horas. 
Dentre as propostas discutidas e apresentadas na Semana Social, estão a capacitação das comunidades para elaboração de projetos comunitários, a articulação de estratégias que promovam a autonomia dos movimentos sociais, a cobrança da verba para o fomento a cultura do município, a não redução da maioridade penal, e a garantia do serviço de saneamento básico a todos os bairros de Juazeiro. 
A 3ª Semana Social Diocesana de Juazeiro  discutiu o Estado e o papel da sociedade na sua democratização.

O debate sobre a organização da nação br…

"ESTOU PIOR QUE NO DIA DO ASSASSINATO" DIZ IRMÃ DE EXTRATIVISTA APÓS ABSOLVIÇÃO

Imagem
Após a absolvição do pecuarista José Rodrigues Moreira, que era acusado de ser o mandante do assassinato do casal de extrativistas Maria do Espírito Santo da Silva e José Claudio Ribeiro, a irmã de Maria, a professora Laísa Santos Sampaio, 47, disse que se sente pior hoje do que no dia das mortes.

"No momento eu estou me sentindo pior que no dia do assassinato. No dia da morte eu não sabia quem era [o criminoso] e confiava na Justiça", disse ao UOL, por telefone.
Após dois dias de julgamento, o Tribunal do Júri de Marabá (685 km de Belém) condenou duas pessoas pelo assassinato do casal, em maio de 2011, em Nova Ipixuna (582 km de Belém). Lindonjonson Silva Rocha e Alberto Lopes do Nascimento, apontados como autores materiais do crime, foram condenados a 42 anos e oitos meses e 45 anos de prisão, respectivamente.
O pecuarista, no entanto, foi absolvido pelos jurados por falta de  provas. A absolvição causou revolta em cerca de 200 pessoas que  acompanhavam o julgamento. Ao final…

3ª SEMANA SOCIAL DIOCESANA DE JUAZEIRO DISCUTE A PARTICIPAÇÃO DA SOCIEDADE NA DEMOCRATIZAÇÃO DO ESTADO BRASILEIRO

Imagem
“Estado para que e para quem?”, esse é o tema que será debatido na 3ª Semana Social Diocesana de Juazeiro. O evento que acontecerá no Colégio Paulo VI, em Juazeiro entre os dias 6 e 7 de abril, tem como objetivo aprofundar o debate sobre o Estado e o papel da sociedade na sua democratização.
A discussão sobre “O Estado que temos” será coordenada pela professora da Universidade Federal da Bahia, Sara Cortes, e pelo agente da Comissão Pastoral da Terra, Roberto Malvezzi. Além do tema principal, outros assuntos serão abordados em oficinas, entre eles a convivência com o Semiárido, com o  coordenador do Instituto Regional da Pequena Agropecuária Apropriada, Edmilson Rocha;  a relação entre comunicação e cultura,  com a jornalista Érica Daiane; Violência e extermínio da Juventude, com o  Padre Raimundo, além de Movimentos Sociais e Estado, que terá a presença dos advogados Joice Bonfim e Maurício Correia.
Ao término das atividades, no domingo, será apresentada a Carta da Semana Social, que r…

ACAMPADOS REIVINDICAM MORADIA EM REGIÃO AFETADA POR BELO MONTE

Imagem
Há três meses, cerca de 173 famílias estão acampadas na cidade de Brasil Novo (PA) em protesto contra o alto custo do aluguel e da comida em decorrência da construção da Usina Hidrelétrica de Belo Monte. De acordo com nota do Movimento dos Atingidos por Barragens (MAB), a luta por moradia em Brasil Novo está associada ao custo de vida, que vem subindo muito nos últimos anos. “A causa principal são os reflexos negativos da barragem de Belo Monte”, afirma o movimento. O Acampamento Novo Horizonte possui hoje 172 lotes e nasceu em 6 de janeiro com a ocupação de um terreno abandonado perto de Cidade Alta, no município paraense, que fica a 40 km de Altamira. No dia 25 de fevereiro, as famílias acampadas sofreram uma tentativa de despejo por parte da prefeitura de Brasil Novo que, com máquinas e soldados, deu um prazo de 40 minutos para a desocupação do terreno, amparando-se em um documento de reintegração de posse. Os acampados disseram que o documento era falso, por isso o despejo não chegou…

O PODER ECONÔMICO AINDA GERA CENAS DA DITADURA

Imagem
Os grandes desse país se beneficiaram do golpe militar para garantir a manutenção dos privilégios usurpados ao longo da nossa história. A ditadura, mais do que uma genuína manifestação das forças armadas, foi antes a expressão máxima da tirania de quem detém o poder econômico nacional, sobretudo no campo. Ainda hoje, essa tirania mata índios, sem-terra, quilombolas, camponeses, e escraviza milhares de trabalhadores e trabalhadoras. Se durante as trevas totalitárias reinava os atos do porrete, no lusco-fusco democrático de hoje impera a lei da canetada burguesa. Por isso, é preciso acabar com o latifúndio - pai e herdeiro maior desse cruel Estado de exceção.