Postagens

Mostrando postagens de Março, 2018

Diocese de Juazeiro realiza 2ª edição da Festa da Vida

Imagem
Um momento de celebração, partilha de experiências e confraternização para fortalecer e integrar as Pastorais Sociais e grupos da Diocese de Juazeiro que estão a serviço dos mais pobres e do cuidado com a Criação. Este é o objetivo da Festa da Vida, que nesta segunda edição, será realizada no dia 8 de abril, primeiro domingo após a Páscoa. A Festa da Vida conta com uma programação diversa que se estenderá durante todo o dia.
Este ano, o evento terá início às 8h na beira do rio São Francisco, no bairro Angari, em Juazeiro (BA), onde acontecerá uma celebração ao Velho Chico e, em seguida, uma caminhada em direção à Catedral Nossa Senhora das Grotas, que culminará com a Missa, às 9h. De acordo com a agente da Comissão Pastoral da Terra (CPT) Marina Rocha, a celebração em defesa do rio São Francisco consiste em um “simbolismo de compromisso com a realidade do rio e do povo que dele vive”. Após a programação de abertura, a Festa da Vida continua durante todo o dia na Praça da Catedral de J…

Mulheres, água e energia não são mercadoria

Imagem
Assembleia das Mulheres ocorreu na noite desta terça-feira, 20, no Fórum Alternativo Mundial da Água (FAMA).


Mulheres do campo, cidade e floresta do Brasil e militantes da América Latina e de outros países que estão participando Fórum Alternativo Mundial da Água (FAMA) reservaram a abertura da Assembleia Mulheres e Águas, realizada na noite da última terça-feira (20) no Pavilhão de Exposições do Parque da Cidade, para se somarem às vozes que ecoaram em dezenas de cidades do país durante os atos realizados para marcar os sete dias da execução da ex-vereadora Marielle Franco (PSOL), no Rio de Janeiro. Símbolo contemporâneo de esperança para mulheres que lutam por seus direitos, principalmente as moradoras de favelas e as mulheres negras, Marielle teve sua foto estampada em um estandarte erguido ao lado das imagens de outras referências da luta da feminista, como Berta Cáceres, Roseli Nunes, Nilce de Souza, Margarida Alves e Francisca Iones – todas assassinadas por denunciarem violações co…

Assembleia Popular das Águas - FAMA 2018

Imagem
Na manhã do sábado (17), primeiro dia do Fórum Mundial Alternativo da Água (FAMA 2018), foi realizada a Assembleia Popular das Águas. A atividade contou com relatos de povos e comunidades de diversas regiões do país. Confira: 

Na manhã do primeiro dia tivemos a grande Assembléia Popular das Águas, que reuniu povos de muitas partes do mundo. Muitos representantes apresentaram testemunhos de casos de violações do direito à água. Os primeiros a falar foram os povos afetados pelo desastre do Rio Doce. Geovani Krenak, do povo Krenak da cidade de Resplendor em Minas Gerais falou sobre como a tragédia do derramamento de lama da Samarco que destruiu o modo de vida do povo Krenak, provocando além de doenças físicas, doença espiritual. As comunidades afetadas pela tragédia não receberam a devida reparação por terem seus lares destruídos. Sandra Georgete protestou “Nós não queremos indenização, queremos reparos. Queremos que eles consertem o que estragaram.” A Assembléia Popular das Águas mostrou …

O espantalho comunista

Por Roberto Malvezzi (Gogó)Uma onda de ataques à CNBB, ao Papa Francisco, retoma o velho espantalho do comunismo. Tão agressivos quanto ridículos, não mereceriam muita consideração se não causassem certos estragos nas pessoas mais simples. Desconfio também que muitos cardeais, bispos e padres se escondam por detrás dessas declarações. Pelo menos um desses padres ostensivamente contra a CNBB e Francisco, prega retiros para seminaristas, faz formação do clero em certas dioceses e nunca vi nenhuma dessas autoridades se posicionarem contra suas atitudes. No mundo de hoje, que eu saiba, apenas dois países se declaram comunistas, isto é, Cuba e Coréia do Norte. Nem a China, governada por um partido que se diz comunista, mas que desenvolve um capitalismo agressivo e predador na realidade, é questionada por seus parceiros econômicos, inclusive os Estados Unidos. Então, de onde vem essa onda que alcança o imaginário popular e sempre desperta nas pessoas medos e até pânico? O primeiro motivo vem p…

NOTA PÚBLICA: Tristes recordes da anti-reforma agrária

Imagem
A Diretoria e a Coordenação Executiva Nacional da Comissão Pastoral da Terra (CPT), cada vez mais preocupadas com os retrocessos nas políticas que afetam o acesso à terra e ao território a camponeses, povos e comunidades tradicionais e trabalhadores rurais sem-terra, vêm se manifestar publicamente a respeito.
Notícias veiculadas pela imprensa revelam um cenário ainda mais grave para os homens e mulheres da terra neste momento. Alardeia-se que o Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (INCRA) está a bater recordes em emissão de títulos e empréstimos a assentados. Foram 123.533 títulos de posse, entre provisórios e definitivos. Ao mesmo tempo, 97 milhões de reais foram emprestados a assentados da “reforma agrária”. Ultrapassa-se assim o recorde do ano passado e, já em meados de março, cumpre-se a meta de todo o ano. A entrega de títulos será com toda pompa e propaganda (eleitoral?) nesta semana em que acontece o Fórum Social Mundial (FSM), em Salvador (BA), que e antecede o F…

Parceria entre CPT e Movimiento Por La Tierra e Território busca fortalecer trabalho com povos e comunidades do campo na América do Sul

Imagem
A Comissão Pastoral da Terra (CPT) se junta ao Movimiento Por La Tierra e Território (MRTT), da Bolívia, em uma articulação para sistematização de casos inspiradores de luta e resistência no campo brasileiro e boas práticas de produção, cultivo, criação de animais, pastoreio, extrativismo, comércio solidário, dentre outros.
A aproximação entre CPT e MRTT se deu em 2016 pelas afinidades de interesses e nas formas de atuação, pela sensibilidade diante dos povos do campo e pela insurgência diante das investidas do capital especulativo agrário e das ondas de expansão das fronteiras, a exemplo do Plano de Desenvolvimento Agropecuário do MATOPIBA. Identificadas as afinidades em suas missões e a necessidade de atuação conjunta, neste ano de 2018, entre os dias 03 e 25 de fevereiro, Cláudio Dourado, agente da CPT na Bahia, realizou um intercâmbio com o movimento boliviano com o objetivo de compreender e conhecer na prática o trabalho de sistematização e estudo de caso realizados pelo MRTT. E, a…

8 de Março | Margaridas na luta por democracia e garantia de direitos

Imagem
Somos milhões de Margaridas, mulheres lutadoras que fazem brotar nos campos, florestas e águas de todo o Brasil as formas de resistência, em defesa de um Brasil democrático, soberano e livre das opressões capitalistas, sexistas, racistas e de gênero. 


Somos as que marcham, fazendo a luta feminista e agroecológica, em defesa de uma sociedade justa, livre de desigualdades e de todas as formas de violência. Luta que passa, necessariamente, pela construção de territórios sãos, onde a terra, a água, as sementes e a biodiversidade são consideradas bens comuns, não mercadorias concentradas nas mãos do agronegócio.  Marchamos em denúncia. Marchamos contra o golpe político e seus efeitos perversos – produzido e sustentado por setores do parlamento, judiciário e mídia –, decorrentes das medidas antidireitos e antipovo que o governo golpista tem colocado em curso. É sobre as nossas vidas e corpos que recaem estes pacotes de maldades e injustiças.  Está em curso no Brasil a implantação de um projeto…

Grilagem de terras: Comunidades de Campo Alegre de Lourdes sofrem ameaças constantes

Imagem
Famílias camponesas da região do Angico dos Dias, formada por oito comunidades e localizada a cerca de 70 Km da sede de Campo Alegre de Lourdes, são alvo, mais uma vez, de ameaças de expulsão do território. Uma grilagem de terras de 83 mil hectares, qua abrange a região noroeste do município e parte de Pilão Arcado, está colocando em risco o jeito de viver tradicional das comunidades de fundo de pasto que vivem há várias gerações no local.


Desde o final de janeiro, as comunidades, que já são impactadas pela mineradora Yara/Galvani, estão vivendo um clima de tensão e insegurança. Segundo os integrantes da Associação de Fundo de Pasto de Angico dos Dias e Açu, pessoas sem autorização estão medindo a área coletiva e ameaçando os/as trabalhadores/as rurais, dizendo que estes não têm terras e que serão expulsos do local.
“Tão medindo as terras, eles vão de dia e de noite fazer o variante”, diz Dona Maria de Souza, 70 anos, que nasceu e foi criada na comunidade do Angico dos Dias junto com d…