Postagens

Mostrando postagens de 2018

Seminário discute importância das lagoas marginais do Rio São Francisco para sustentabilidade da pesca artesanal

Imagem
Amanhã (29) e sexta-feira (30), comunidades pesqueiras do Médio, Submédio e Baixo São Francisco, órgãos públicos ligados ao meio ambiente e organizações populares estarão reunidos na Universidade do Estado da Bahia (UNEB), em Juazeiro, para discutir sobre a importância socioambiental e econômica das lagoas marginais para a sustentabilidade da pesca artesanal. O Seminário Lagoas Marginais do Rio São Francisco começa às 9h, no auditório da Universidade.
As lagoas marginais são áreas inundadas pelos rios após os períodos de chuva. Nestes locais, as espécies de peixes possuem mais chances de sobreviverem e reproduzirem. A integrante do Conselho Pastoral dos Pescadores (CPP) Rizoneide Gomes explica que estas lagoas funcionam como berçários, espaços de manutenção da biodiversidade, mas que estão em situação crítica. “Muitas lagoas praticamente sumiram, devido a falta de preservação e problemas como lixo, retirada irregular de água, agrotóxicos; situação que se agrava nos períodos de estiage…

Articulação Estadual de Fundos e Fechos de Pasto lança nota pública “Não precisamos de uma data para definir quem somos”

Imagem
Nós, Comunidades Tradicionais de Fundos e Fechos de Pasto vimos, por meio desta nota, expressar nossa preocupação e repudiar o prazo de 31 de dezembro de 2018 imposto pelo Estado da Bahia para que nossas comunidades se autoidentifiquem e protocolem na Secretaria de Promoção da Igualdade Racial (Sepromi) e na Coordenação de Desenvolvimento Agrário (CDA) os requerimentos de emissão da certificação e de abertura do processo de Regularização Fundiária. O prazo é evidentemente uma afronta à Constituição Federal.
A vida nas Comunidades Tradicionais de Fundo e Fecho de Pasto está ameaçada. Somos nós, com nossos conhecimentos ancestrais, que produzimos os alimentos saudáveis que chegam na mesa das/dos brasileiras/os e, ao mesmo tempo, garantimos a preservação de centenas de milhares de hectares dos biomas Caatinga e Cerrado, fortemente ameaçados pelo avanço desenfreado do desmatamento. Temos resistido aos ataques do latifúndio e as mazelas trazidas pelo agronegócio, bem como aos projetos ditos…

Solidariedade à CNBB

Por Roberto Malvezzi (Gogó) “Nas horas de Deus, amém”, musicou meu irmão de música e caminhada Zé Vicente, tomando a expressão do meio do nosso povo. Diante da irracionalidade Jesus se calou. Era a hora das trevas. “O ódio é um fardo pesado demais para se carregar. Decidi ficar com o amor”, alertou Luther King. Pois bem, os ataques à CNBB não se deram apenas na fala do Bozo dizendo que a Conferência é a “parte podre da Igreja”, junto com o CIMI. Nem apenas por aquele homem agredindo as pessoas na porta da sede da CNBB em Brasília. Mas é de forma contínua, por um massivo envio de e-mails, de telefonemas, por outras mídias sociais. Agridem também os padres mas missas e houve ameaça de jogar bomba na sede. Já foi constatado que parte do ataque provém de um robô situado em Portugal. É para intimidar e conseguem seu objetivo com as telefonistas, as recepcionistas, todos e todas que tem a tarefa do contato mais imediato com o público. A preocupação fundamental é o que vai acontecer com os indígen…

Juazeiro e Petrolina sediam Ato Político e Cultural em defesa da democracia

Imagem
Movimentos Populares de todo o Semiárido realizarão um grande ato político e cultural em defesa da democracia e dos direitos do povo brasileiro. O evento, que terá concentração a partir das 14 h, na Praça da Catedral, em Petrolina (PE), deverá reunir milhares de pessoas de 10 estados, as quais seguirão em caminhada para Orla Nova de Juazeiro (BA).
Edivagno Matos, da Via Campesina, uma das organizações que está na construção do ato, explica que o país “está vivendo um momento muito complexo”. Segundo a liderança camponesa, de um lado está “o projeto de vida, democrático, de inclusão social e a retomada dos direitos” que foram perdidos com o Governo Temer, instaurado com o Golpe de 2016. Do outro lado, ainda de acordo com Edivagno, está a candidatura “que representa o que há de pior em um país onde vive a democracia”, que representa o interesse da burguesia em detrimento dos direitos das/dos trabalhadores/as brasileiras/os.
Segundo o integrante da Via Campesina é hora de defender os avanç…

NOTA PÚBLICA: Com as armas da solidariedade e da justiça, resistamos à mentira, hipocrisia e barbárie!

Imagem
A Diretoria e a Coordenação Executiva Nacional da Comissão Pastoral da Terra (CPT), em Nota Pública, manifestam que, diante da atual conjuntura brasileira, “Ninguém pode se furtar a tomar posição. Omitir-se numa situação destas é apoiar o retrocesso e o desmonte de direitos em nosso país. Agora é a hora de resistência à mentira, hipocrisia e barbárie”. E reafirma seu compromisso de mais de quatro décadas de continuar, sempre, "ajudando os povos do campo na luta pelos seus direitos e por vida mais digna".  Confira o documento na íntegra:


NOTA PÚBLICA DA COMISSÃO PASTORAL DA TERRA (CPT) A Diretoria e a Coordenação Executiva Nacional da CPT assumem como seu dever tomar posição, não se omitindo, nesta hora em que os destinos de nossa nação estão sob graves riscos. Os povos e comunidades do campo, a quem a CPT se põe a servir há 43 anos, estão entre os que mais serão afetados caso for vitorioso o projeto de desconstrução de direitos defendido pelo candidato do PSL. Uma onda nacional…

Votamos na civilidade

Por Letícia Sabatella e Roberto Malvezzi Vamos votar na civilidade, no respeito pelas pessoas, pelo que é diferente. Também votaremos na educação, na saúde, no salário mínimo digno, no décimo terceiro salário, nas férias remuneradas, na convivência pacífica entre os brasileiros. Também somos contra a corrupção, mas de todas as formas, inclusive de todos os partidos e pessoas envolvidas, mas também contra a corrupção dos bilhões de reais nos paraísos fiscais do mundo, na sonegação de impostos, na subtração dos direitos trabalhistas e previdenciários. Somos contra a corrupção, mas também contra a hipocrisia. Votamos no respeito e no diálogo entre as diferenças, na convergência saudável, no equilíbrio, na democracia. Por isso, repudiamos a tortura, a discriminação racial, sexual e o armamentismo da população. Igualmente repudiamos a indústria armamentista que banca candidatos, mas que ganha fortunas vendendo armas e pondo a vida do povo em verdadeira situação de guerra civil. Repudiamos as a…

A Conjuntura Política na Reta do Primeiro Turno

Imagem
Por Roberto Malvezzi (Gogó) É bom considerarmos os elementos desse jogo complexo que são as eleições brasileiras de 2018, no momento atual do Brasil e do mundo. Do presídio Lula mostra toda sua força. Quiseram eliminar a figura de Lula prendendo-o, condenando-o, impedindo sua candidatura e eleição. Entretanto, do presídio ele leva seu candidato ao segundo turno, tudo indicando que será o novo presidente. O que seus algozes não conseguiram compreender – e jamais conseguirão – é que um preso político tem mais força que um candidato comum.A pulverização do PSDB e aliados. O preço do golpe é a destruição eleitoral do PSDB. Não sobrou Aécio – teve que descer da presidência para ser um deputado federal – Alckmin, Serra, ninguém. Com propostas voltadas exclusivamente para o mercado, o PSDB mostra que não tem projeto nenhum para o povo e é dissolvido pelo voto popular. A parcela mais civilizada do PSDB vai com o projeto mais inclusivo no segundo turno.A emergência do nazifascismo. O Brasil tem …

Em Angico dos Dias, sessão itinerante da Câmara Municipal de Campo Alegre de Lourdes debate impactos da mineração e grilagem de terras

Imagem
Provocados por denúncias de comunidades tradicionais de fundo de pasto e do Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Campo Alegre de Lourdes, vereadores do município realizaram, na última quinta-feira (20), uma sessão itinerante da Câmara Municipal para discutir os impactos da mineração e tentativas de grilagem de terras na região. A sessão foi realizada no Colégio João Francisco da Silva, no povoado de Angico dos Dias, localidade onde funciona a empresa mineradora Galvani/Yara.
Trabalhadores/as rurais do Angico dos Dias e das comunidades vizinhas lotaram o pátio do Colégio para participar da sessão, que contou com a presença do prefeito Enilson Marcelo Rodrigues. Após a aprovação de dois projetos, o presidente da Câmara, Arnoldo Boson Paes, convidou representantes das comunidades e entidades para relatarem os problemas enfrentados na região.
Um cordel sobre a realidade vivida pelas comunidades e a disposição em continuar na luta pela defesa do território deu início aos depoimentos. O di…

A tortura como método e os cristãos

Imagem
Por Roberto Malvezzi (Gogó)
Aconteceu o III CONGRESSO DE TEOLOGIA DA AMÉRINDIA, em El Salvador. Mais de 700 pessoas presentes. Foi na Universidade Centroamericana (UCA), onde seis padres jesuítas, a mulher do jardineiro e a filha do jardineiro foram executados pelo regime militar de El Salvador.
El Salvador também é a terra de São Oscar Romero, que será canonizado por Francisco no dia 14 de outubro, junto com o Papa Paulo VI. Numa outra capela onde foi assassinado, naquele altar, dizem as pessoas que seu sangue se misturou com o sangue de Cristo. Um serviço de áudio exibe suas últimas palavras e o som do tiro.
Na capela da Universidade onde estão enterrados os seis padres há quadros pelas paredes, com pessoas sendo torturadas pelo regime militar da época. É bom lembrar que havia uma escola de torturas – Escola das Américas (School of the Americas) – na América Central, Panamá, onde todos os torturadores da América Latina foram preparados para o ofício por mestres dos Estados Unidos.
No Br…

Encontro de socialização do estudo sobre as comunidades de Fundo e Fecho de Pasto é realizado em Salvador (BA)

Imagem
Representantes de dez comunidades de Fundo e Fecho de Pasto, da Comissão Pastoral da Terra (CPT), da Associação de Advogados/as dos Trabalhadores/as Rurais da Bahia (AATR), do Instituto Regional da Pequena Agropecuária Apropriada (IRPAA) e do Serviços de Assessoria a Organizações Populares Rurais (SASOP), se reuniram nos dias 30 e 31 de agosto em Salvador (BA), no Encontro de socialização e complementação do relatório do estudo de Fundo e Fecho de Pasto. O objetivo desse estudo, proposto pela MISEREOR – instituição alemã que financia projetos que auxilia os membros mais fracos da sociedade –, é o de pesquisar a realidade socioeconômica das dez comunidades selecionadas, com o intuito de encontrar parâmetros de viabilidade destes modos tradicionais de vida. Entre as comunidades estudadas estão a de Areia Grande, em Casa Nova; Brejos em Barra, João Barroca em Caetité e Brejo Verde em Correntina. As comunidades de Fundo e Fecho de Pasto encontradas somente no estado da Bahia, existem há mai…

Lideranças comunitárias visitam território de Angico dos Dias

Imagem
Na terça-feira, dia 21 de Agosto, cerca de 60 pessoas, lideranças e representantes de 15 comunidades fizeram uma visita no território de fundo de pasto de Angico dos Dias, município de Campo Alegre de Lourdes, com o objetivo de apoiar e fortalecer a luta e organização da comunidade e também trocar experiências em relação aos impactos sofridos pela mineradora Yara/Galvani. Outro objetivo foi debater a questão do associativismo comunitário para fortalecer as comunidades tradicionais que vem sendo cobiçadas por grandes empresas capitalistas.
As comunidades presentes nessa visita foram: Baixão dos Bois, Sítio Novo do Pedrao, Pedra Comprida, Lagoa do Arroz, Barreiro do Espinheiro, Baixão do Calixto, Ramalho, São Gonçalo, Santa Úrsula, Baixão Grande, Baixãozinho, Baixão Novo e Assentamento Chico Mendes.
Durante a atividade, foi feito uma visita na lagoa da comunidade, onde antigamente as pessoas utilizavam da água até para beber, e infelizmente hoje, por causa da grande poluição provocada min…

Trabalhadores/as debatem impactos da mineração e parques eólicos

Imagem
“Uma destruição total, tanto da natureza como do sossego das pessoas que vivem ali”, relata Pedro Sérgio dos Santos se referindo à instalação de um parque eólico na vizinhança da sua comunidade. O jovem, nascido e criado na Taquara, localizada no município de Morro do Chapéu-BA, conta com tristeza as mudanças que ocorreram no local após a chegada do empreendimento há pouco mais de um ano. Entre as transformações nas paisagens e no cotidiano, os impactos nas relações de pertencimento e culturais é o que mais chama a atenção na fala de Pedro.
“A gente ia se divertir nos rios, cachoeiras, cavernas e hoje a gente perdeu tudo isso e eles proíbem passar lá, a gente que mora vizinho tem que se identificar. E não tem mais graça ir na serra, você vai ver o que lá? Torre? Não se vê mais uma planta, bicho...”, afirma.
Relatos como o de Pedro Sérgio foram ouvidos durante o “Seminário das Comunidades Ameaçadas e Impactadas pelos Projetos do Capital: Exploração Mineral e Parques Eólicos na Região C…

Conjuntura política nacional: Organismos e Pastorais da CNBB apresentam manifesto público

Imagem
Organismos e pastorais da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) apresentaram na terça-feira (14) manifesto público “Resistência democrática, unidos pela justiça e paz” com análise de conjuntura política nacional e 10 propostas para construir programa que seja uma referência e orientação nas eleições gerais e que possa movimentar a espiral de cidadania e do bem comum. O manifesto público foi elaborado coletivamente pela Cáritas Brasileira, Comissão Brasileira Justiça e Paz, Comissão Pastoral da Terra, Conferência dos Religiosos do Brasil, Conselho Indigenista Missionário, Conselho Nacional do Laicato do Brasil, Conselho Pastoral dos Pescadores, Fórum de Mudanças Climáticas e Justiça Social, Pastoral Carcerária, Pastoral Operária e Serviço Pastoral do Migrante. Confira: RESISTÊNCIA DEMOCRÁTICA, UNIDOS PELA JUSTIÇA E PAZ! Estamos vivendo tempos difíceis no Brasil. Males que pretendíamos ter deixado para traz voltam a nos atormentar e fazem sofrer o nosso povo. Pobreza absoluta, m…

Prazo para autorreconhecimento de Comunidades Tradicionais de Fundo e Fecho de Pasto é debatido em Juazeiro

Imagem
A Lei nº 12.910/2013, sancionada pelo Governo do Estado da Bahia, determina que Comunidades Tradicionais de Fundo e Fecho de Pasto têm até o dia 31 de dezembro de 2018 para se autorreconhecerem e entrarem com o pedido de certificação na Secretaria de Promoção da Igualdade Racial (Sepromi).
A menos de seis meses da data limite - um dos pontos mais questionados desta legislação - representantes de comunidades tradicionais de 12 municípios dos Territórios Sertão do São Francisco e Piemonte Norte do Itapicuru e de entidades que apoiam a luta dos Fundos e Fechos de Pastos se reuniram, para discutir a questão.
O encontro, realizado no Centro de Formação Dom José Rodrigues, em Juazeiro, teve início com a construção de uma linha do tempo sobre o movimento dos Fundos e Fechos de Pasto no sertão baiano. Estas comunidades, que ocupam territórios tradicionalmente há várias gerações e vivem principalmente da criação à solta de animais e da agricultura familiar, passaram a ter seus modos de vida am…

Agentes da CPT da região Nordeste iniciam curso de formação em Educação e Diversidade Camponesa

Imagem
Cerca de 30 agentes da Comissão Pastoral da Terra (CPT), que atuam nos estados da Bahia, Pernambuco, Paraíba, Alagoas, Rio Grande do Norte, Ceará e Piauí, iniciaram hoje (10) a primeira etapa do Curso Nacional de Formação em Educação e Diversidade Camponesa do Polo Nordeste. O curso é realizado pela CPT em parceria com a Universidade Federal de Goiás (UFG) e a Universidade Federal do Vale do São Francisco (Univasf) e acontece no Espaço Plural da Univasf, localizado em Juazeiro.
Com carga horária de 324 horas e grade curricular composta por 11 disciplinas, o curso conta com professores/as da Univasf, Universidade do Estado da Bahia (UNEB), Universidade Federal Fluminense (UFF), Universidade Federal de Pernambuco (UFPE), Universidade Federal Rural de Pernambuco (UFRPE), Universidade Federal da Bahia (UFBA) e de organizações populares como a CPT e a Associação de Advogados/as dos Trabalhadores/as Rurais da Bahia (AATR).

A agente pastoral da CPT Nordeste 2 e integrante da Comissão Nacional…

Massacres: a pedagogia do terror

Imagem
2017 ficará marcado na história pelos Massacres no Campo. Cinco massacres com 31 vítimas.44% do total de assassinatos em conflitos no campo. No primeiro semestre de 2017, em pouco mais de um mês, ocorreram os massacres de Colniza, Vilhena e Pau D’Arco, com 22 mortos. O professor da Universidade Federal de Goiás (UFG) Cláudio Maia, ao analisar os dados registrados pela CPT identificou que em dois dos massacres ocorridos em 2017, Colniza (MT), com 9 mortos, e Pau D’Arco (PA), 10 mortos, o número de pessoas mortas só foi menor que o de Eldorado dos Carajás, ocorrido em 17 de abril de 1996, com 19 mortes. Números de massacres, próximos aos de 2017, foram registrados somente no ano de 1985, com 10 casos, e em 1987, com seis casos. Desde 1988 não se registrava, num único ano, mais do que dois massacres. No entender de Airton Pereira e José Batista Afonso, ambos integrantes da CPT, o que assusta é identificar o “grau de brutalidade e crueldade que os acompanharam. Cadáveres degolados, carboni…

Em defesa da vida, contra a mineração

Imagem
Por Ruben Siqueira*
VIII Romaria em Defesa da Vida contra a mineração, em Campo Alegre de Lourdes, alto sertão baiano, fronteira com o Piauí, manhã de 20 de maio de 2018. Cerca de 800 pessoas desafiam o calor escaldante do fim das chuvas e caminham sob um rio de sombrinhas coloridas. São três km de poeira, da comunidade de Barreiro até o sopé do morro Tuiuiu, numa clareira em meio à caatinga na beira da estrada. O morro, ponto mais alto do município de cerca de 2.800 km2 e 30 mil habitantes, figura até no brasão da cidade. É rico em minérios – ferro, ouro, titânio e vanádio -, como são 82% do município.
A mineração de fosfato no maior povoado, Angico dos Dias, habitado por mais de mil pessoas, degradou violentamente a vida do lugar e assusta a população de toda a região. Outros empreendimentos estão chegando e trazem muita preocupação. A romaria, promovida pela Paróquia, Comissão Pastoral da Terra, Comunidades Eclesiais de Base e outras organizações da Igreja Católica, Sindicato dos Tr…

8ª Romaria em Defesa da Vida acontecerá no próximo domingo (20) em Campo Alegre de Lourdes

Imagem
Com o tema “Superação da Violência: direito e dever de cada pessoa”, a 8ª Romaria em Defesa da Vida será realizada, neste domingo (20), a partir das 8h, no município de Campo Alegre de Lourdes (BA). A celebração é um momento de renovação da fé e um espaço de reflexão sobre as dificuldades enfrentadas pelas comunidades camponesas. Alertar a população sobre ações humanas que prejudicam e reduzem o tempo de vida dos bens naturais e das pessoas, a exemplo dos impactos causados pela mineração, e a necessidade do cuidado com a Casa Comum é um dos objetivos da Romaria. Acompanhando o tema da Campanha da Fraternidade de 2018 “Fraternidade e Superação da Violência”, a Romaria em Defesa da Vida este ano discute as diversas formas de violência presentes no cotidiano. Entre elas, destaca-se a violência no campo, que vem crescendo de forma alarmante no Brasil. De acordo com dados da Comissão Pastoral da Terra (CPT), só ano passado 70 pessoas foram assassinadas em decorrência de conflitos no campo, s…

Seminários debatem o mito da propriedade com comunidades tradicionais de fundo de pasto

Imagem
Quais são as diferenças entre posse e propriedade? Quais são os direitos que posseiros e posseiras têm? Esses questionamentos são frequentes entre pessoas que vivem em regime de posse, como é o caso das comunidades de fundo de pasto, que ocupam tradicionalmente territórios no sertão da Bahia. Para tirar dúvidas sobre o assunto e fortalecer a luta pela permanência na terra desses povos, a Comissão Pastoral da Terra (CPT) de Juazeiro, o Serviço de Assessoria a Organizações Populares Rurais (Sasop) e a Articulação Regional de Fundo de Pasto realizaram seminários municipais sobre direitos a terra e ao território.
Os Seminários, que aconteceram nas sedes dos municípios de Pilão Arcado, em março, Campo Alegre de Lourdes e Remanso, neste mês de abril, contaram com cerca de 40 trabalhadores/as rurais em cada encontro. O assessor jurídico da CPT, João Régis, conduziu as discussões. “A posse se caracteriza por uma relação direta entre uma pessoa ou um grupo de pessoas com a terra, independenteme…

Vidas que se encontraram com Frei Henri

Imagem
Frei Henri, francês que chegou ao Brasil na década de 1970, viveu e lutou neste país ao lado de muitos e muitos trabalhadores e trabalhadoras. Advogado do povo, Henri faleceu em Paris, na França, no dia 26 novembro de 2017. Após a cerimônia de cremação, a urna com as cinzas do religioso passou por inúmeros momentos celebrativos e demais eventos em terras brasileiras, principalmente no Pará. Neste estado, onde o dominicano dedicou muitos anos de sua vida, uma capela para abrigar suas cinzas foi construída no acampamento que carrega o seu nome.Confira também as diversas histórias de pessoas que conheceram e conviveram com Henri. Por Elvis Marques – Setor de Comunicação da Secretaria Nacional da CPT Imagens: Thomas Bauer – CPT Bahia
Assenta tijolo aqui, aterra ali, mede, soca a terra, passa tinta nas paredes, assenta pedras de granito, retrata o povo sem-terra e Henri nas paredes, crianças olham atentas, comida é preparada. Os últimos dias no Acampamento Frei Henri, situado no município de …