Postagens

Mostrando postagens de Novembro, 2018

Seminário discute importância das lagoas marginais do Rio São Francisco para sustentabilidade da pesca artesanal

Imagem
Amanhã (29) e sexta-feira (30), comunidades pesqueiras do Médio, Submédio e Baixo São Francisco, órgãos públicos ligados ao meio ambiente e organizações populares estarão reunidos na Universidade do Estado da Bahia (UNEB), em Juazeiro, para discutir sobre a importância socioambiental e econômica das lagoas marginais para a sustentabilidade da pesca artesanal. O Seminário Lagoas Marginais do Rio São Francisco começa às 9h, no auditório da Universidade.
As lagoas marginais são áreas inundadas pelos rios após os períodos de chuva. Nestes locais, as espécies de peixes possuem mais chances de sobreviverem e reproduzirem. A integrante do Conselho Pastoral dos Pescadores (CPP) Rizoneide Gomes explica que estas lagoas funcionam como berçários, espaços de manutenção da biodiversidade, mas que estão em situação crítica. “Muitas lagoas praticamente sumiram, devido a falta de preservação e problemas como lixo, retirada irregular de água, agrotóxicos; situação que se agrava nos períodos de estiage…

Articulação Estadual de Fundos e Fechos de Pasto lança nota pública “Não precisamos de uma data para definir quem somos”

Imagem
Nós, Comunidades Tradicionais de Fundos e Fechos de Pasto vimos, por meio desta nota, expressar nossa preocupação e repudiar o prazo de 31 de dezembro de 2018 imposto pelo Estado da Bahia para que nossas comunidades se autoidentifiquem e protocolem na Secretaria de Promoção da Igualdade Racial (Sepromi) e na Coordenação de Desenvolvimento Agrário (CDA) os requerimentos de emissão da certificação e de abertura do processo de Regularização Fundiária. O prazo é evidentemente uma afronta à Constituição Federal.
A vida nas Comunidades Tradicionais de Fundo e Fecho de Pasto está ameaçada. Somos nós, com nossos conhecimentos ancestrais, que produzimos os alimentos saudáveis que chegam na mesa das/dos brasileiras/os e, ao mesmo tempo, garantimos a preservação de centenas de milhares de hectares dos biomas Caatinga e Cerrado, fortemente ameaçados pelo avanço desenfreado do desmatamento. Temos resistido aos ataques do latifúndio e as mazelas trazidas pelo agronegócio, bem como aos projetos ditos…