Governo tem prejuízo de R$ 97milhões com complexo eólico na Bahia


Devido a atrasos na instalação de redes de distribuição, sob responsabilidade da Companhia Hidro Elétrica do São Francisco (Chesf),  o governo federal  terá um prejuízo de 96 milhões  de reais por semestre até que a eletricidade produzida no Complexo Eólico Alto Sertão I, em Caititê, Igaporã e Guanambi (BA),  seja de fato utilizada. Ao todo, serão produzidos 294 megawaltts. A empresa Renova Energia é a responsável pela instalação dos aerogeradores. Foram investidos mais de 1 bilhão de reais. A Chesf culpa o processo de licenciamento ambiental  pelo atraso.O governo  federal deve pagar pela energia que ainda não está sendo utilizada. 
O Alto Sertão I foi inaugurado no último dia 9 de julho. Nos próximos dois meses devem entrar em funcionamento outros complexos eólicos na Bahia. Entre eles, o do consórcio Pedra do Reino, liderado pela Eólica Energia, instalado em Sobradinho, onde moradores acusam a depredação de pedras com pinturas rupestres devido a instalação dos moinhos - ou  dragões? - de vento. (Com informações do A Tarde).


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

“Nós vamos ficar com a morte e a doença”: Em Sento Sé (BA), comunidades ribeirinhas temem empreendimento de mineração

Centenas de famílias estão na rua após despejos violentos em acampamentos do MST

Mineração: uso de explosivos aterroriza comunidade de Angico dos Dias