Verba do BNDES cai 80% para siderurgia e 45% na mineração

Rio de Janeiro - Os desembolsos do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) para siderurgia e mineração de janeiro a agosto recuaram respectivamente 80 por cento e 45 por cento em relação ao mesmo período do ano passado, mostram dados apresentados por um alto funcionário da instituição nesta sexta-feira.




A queda dos empréstimos para as siderúrgicas -- que somaram 195 milhões de reais até o momento em 2012, ante 975 milhões de reais no ano passado -- reflete a redução de investimentos pelo setor após um longo período de projetos de expansão, disse à Reuters o chefe do Departamento de Indústria de Base do BNDES, Guilherme Cardoso.
Já a queda nos projetos de mineração, para 1 bilhão de reais, ante 1,8 bilhão de reais em 2011, pode ser apenas pontual e tem chances de se reverter ao longo dos próximos meses, com novos desembolsos à vista, afirmou, em entrevista na sede do BNDES.
Os desembolsos do BNDES costumam servir de termômetro de investimentos da indústria brasileira.(Com informações da revista Exame)
É o dinheiro do povo usado para, quando não explorar, destruir a vida do povo. 


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Centenas de famílias estão na rua após despejos violentos em acampamentos do MST

Mineração: uso de explosivos aterroriza comunidade de Angico dos Dias

XII Encontrão de Jovens de Campo Alegre de Lourdes