CERCA DE TRINTA JOVENS RURAIS DISCUTEM O PAPEL DA COMUNICAÇÃO NA SOCIEDADE





Cerca de trinta jovens discutindo e produzindo peças de comunicação. Assim foi  o segundo encontro da Escola de Formação da Juventude Rural de Remanso. A atividade aconteceu entre os dias 11 e 12 deste mês, no Sindicato dos Trabalhadores e Trabalhadoras Rurais do município. 

Durante o momento, os jovens puderam refletir sobre os impactos dos meios de comunicação na sociedade, inclusive no meio rural.  Os participantes relataram casos que revelam a invasão das comunidades tradicionais por ideias e produtos anunciados por rádios e TVs. Para eles, é preciso ter um senso crítico ao receber as informações das mídias. 

Após as discussões, os garotos e garotas de comunidades de Remanso e também de Pilão Arcado e Campo Alegre de Lourdes foram ao trabalho.  Em quatro equipes, o/as jovens produziram peças de comunicação, como um anúncio publicitário e uma reportagem  de rádio, que foram apresentadas para o todo o grupo no momento final da atividade.

Para a jovem Ludimila Moura, 12, moradora de Lagoa dos Cavalos, a oficina foi muito positiva. " O ponto positivo dessa oficina foi perceber a importância da transmissão de informações, sobretudo para dar continuidade a nossa cultura". 

A Escola de Formação da Juventude Rural é fruto de uma parceria entre a CPT, SASOP, STR, Paróquia local e a Articulação Regional dos Fundo de Pasto. O próximo encontro deve acontecer em novembro, com discussões sobre relações de gênero. 



  








Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

“Nós vamos ficar com a morte e a doença”: Em Sento Sé (BA), comunidades ribeirinhas temem empreendimento de mineração

Centenas de famílias estão na rua após despejos violentos em acampamentos do MST

Mineração: uso de explosivos aterroriza comunidade de Angico dos Dias