Comissão Pastoral da Terra completa 40 anos de atuação na Diocese de Juazeiro

Em comemoração, Pastoral realiza seminário sobre luta pela terra



Criada em 1976, por Dom José Rodrigues, com o objetivo de auxiliar e assessorar as famílias atingidas pela Barragem de Sobradinho, a Comissão Pastoral da Terra (CPT) de Juazeiro completa quatro décadas este ano. Para comemorar esse período de atuação junto a camponeses e camponesas dos municípios que compõem a Diocese de Juazeiro, a entidade realizará o Seminário “40 anos de Luta pela Terra: da Barragem de Sobradinho aos Parques Eólicos”.

O evento comemorativo acontecerá no dia 18 de novembro, das 9h às 17h, no Centro de Cultura João Gilberto. Durante todo o dia, serão discutidas diversas temáticas relacionadas ao trabalho da pastoral, como os conflitos de terra e a luta dos trabalhadores/as do campo para viverem dignamente em seus territórios.

O Seminário será dividido em quatro momentos. Cada um deles abordará aspectos marcantes que influenciaram a vida da população da região e o trabalho desenvolvido pela CPT, como a barragem de Sobradinho, os projetos de irrigação, as mineradoras, a implantação dos parques eólicos e a grilagem de terras. O evento é aberto à toda a comunidade.


Segundo Marina Rocha, agente da CPT, a ideia desse seminário surgiu devido ao aumento dos conflitos de terra na região e a necessidade de dar visibilidade a esses problemas, sobretudo à luta dos/as camponeses/as. "Espera-se que a partir da fala dos/as camponeses/as sobre a sua realidade e a partilha de suas experiências de luta em todos os cantos da Diocese, e ampliado com a contribuição dos/as assessores/as, que a luta fique mais fortalecida e que haja mais sensibilidade e apoio por outros setores da sociedade", reforça.

Nesses 40 anos, a CPT de Juazeiro vem desenvolvendo um trabalho de acompanhamento e assessoria dos trabalhadores e trabalhadoras do campo e a luta pelos direitos à terra, água, cultura e de uma vida digna nas comunidades tradicionais, como os fundos de pasto, quilombolas e ribeirinhas.


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Centenas de famílias estão na rua após despejos violentos em acampamentos do MST

Mineração: uso de explosivos aterroriza comunidade de Angico dos Dias

XII Encontrão de Jovens de Campo Alegre de Lourdes