GRILAGEM DE TERRAS PARA INSTALAR PARQUE EÓLICO AMEAÇA FAMÍLIAS CAMPONESAS NA REGIÃO





Parque eólico produz energia limpa pra quem?  Para famílias camponesas de municípios como Sobradinho, Sento Sé, Casa Nova a instalação de aerogeradores produz o medo de perder sua  terra, seu modo de produzir e viver no Semiárido.  

 Isso porque o modelo de geração de energia centralizado estimula a grilagem das terras de camponeses/as da região.  O vídeo acima mostra como está  a situação em Sobradinho, município onde já foi instalado o complexo  Pedra do Reino. 

 A lógica dos responsáveis pelos  megaempreendimentos que visam gerar energia a partir dos ventos que perpassam por territórios tradicionais é antiga. É aquela que prega expulsar os pequenos para garantir lucros aos grandes acionistas globais, com o apoio do Estado.   A mesma lógica trágica reproduzida  há 500 anos, mas, dessa vez, com um discurso de forte apelo social. O discurso da energia limpa. Na verdade, a velha  privatização dos bens comuns.  







Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Centenas de famílias estão na rua após despejos violentos em acampamentos do MST

Mineração: uso de explosivos aterroriza comunidade de Angico dos Dias

XII Encontrão de Jovens de Campo Alegre de Lourdes