BISPO VISITA COMUNIDADES DE FUNDO DE PASTO AMEAÇADAS DE DESPEJO EM CASA NOVA


O bispo coadjutor da Diocese de Juazeiro Dom Carlos Alberto Breis Pereira visitou e prestou sua solidariedade às comunidades de fundo de pasto de Areia Grande, em Casa Nova, ameaçadas de expulsão de seu território após recente decisão judicial. A visita aconteceu na quarta-feira 17.

 Antes de celebrar a santa missa na sede da associação da Areia Grande, o Bispo lembrou da importância da organização das famílias que lá vivem, para continuar vivendo e produzindo em seu território. "A melhor forma de celebrar a vida  é lutar pela vida, em defesa da vida", destacou.

Compareceram ao encontro com Dom Carlos Alberto cerca de 300 pessoas. Os padres de Casa Nova  Amâncio de Sena e Aluísio Borges também estavam presentes.  O representante das comunidades de Areia Grande Zacarias Rocha agradeceu o apoio dos religiosos e reafirmou o compromisso das famílias em lutar contra os erros jurídicos.

No mês passado, o juiz de Casa Nova Eduardo Padilha, contrariando relatórios do Ministério Público Federal, considerou que os empresários Carlos Nisan e Alberto Martins Pires teriam a posse dos 26 mil hectares onde vivem quase 400  famílias camponesas desde 1860. Em 2008,  uma decisão do mesmo magistrado culminou numa série de ações violentas contra as comunidades de Areia Grande, inclusive mulheres  e crianças, promovidas por homens encapuzados após a expedição de reintegração de posse emitida  pelo juiz Padilha. 

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

“Nós vamos ficar com a morte e a doença”: Em Sento Sé (BA), comunidades ribeirinhas temem empreendimento de mineração

Centenas de famílias estão na rua após despejos violentos em acampamentos do MST

Mineração: uso de explosivos aterroriza comunidade de Angico dos Dias