XII Encontrão de Jovens de Campo Alegre de Lourdes

“Somos filhos de trabalhadores, a nossa classe é a classe popular. Nós temos sonhos e também muitos amores, também queremos trabalhar, participar... é a Juventude do Meio popular".



Nordestinamente falando: Domingo “trazado", que foi dia 21, teve o XII ENCONTRÃO DE JOVENS, que foi, dessa vez, lá na comunidade Lagoa da Onça, “pertin" do Barrocão na BR 020, em Campo Alegre de Lourdes (CAL). Agora pense num evento bom danado.

Os Encontrões de Jovens minha gente são eventos sociais religiosos, organizados pelos grupos de jovens aqui de CAL. O objetivo é mobilizar todos os grupos juvenis e as demais juventudes das comunidades para se juntarem num lugar, e debater sobre determinados temas, trocarem experiências, cantarem, rezarem, brincarem, criar propostas e cobranças de políticas públicas pra gente, entre outros... Atualmente o povo responsável de marcar as datas, local, horário, tema, definir o grupo que ficará responsável de receber os Encontrões... são os jovens que fazem parte da Articulação Paroquial da Juventude de Campo Alegre de Lourdes (APJCAL), que também foi criada durante um mesmo evento desses no ano passado.

Esse ano, o grupo responsável de receber o XII ENCONTRÃO DE JOVENS, foi o JUF (Juventude Unida pela Fé) da comunidade Lagoa da Onça. O tema discutido dessa vez foi: “Diversidades – religiosa , cultural e gênero”. Tinha mais de 200 pessoas presentes lá, jovens de todo canto do município. 

Tivemos a grande contribuição da nossa sábia companheira, Auderian Menezes, colaboradora do SASOP, que muito enriqueceu nosso entendimento na discussão sobre relação de gênero, e nos disse um “bocado de coisa bunita" e verdadeira. Fortaleceu a nossa esperança e a nossa luta por igualdade de gênero, “fustigou" a gente a avaliar de onde era que começava o patriarcalismo, ainda presente na atualidade. Provocou “nóis" a estudar mais esse tema, fez uma conscientização bem “arretada" mesmo. E ainda se colocou à disposição para continuar a debater com a gente essa questão em outros momentos. Foi boa demais a contribuição dessa “muié" danada de sabida. A gente fica por demais agradecido a ela.

Ainda tivemos também diversas apresentações culturais: músicas, poesias, cordéis, teatro, dança... tudo voltada ao tema desse ano, além, claro, de nossas orações e reflexões bíblicas. 



Para a jovem Eva Kézia, da comunidade Lagoa da Onça e uma das coordenadoras do grupo JUF, o Encontrão foi enriquecedor, no qual o grupo pode conhecer a experiência de receber vários grupos na comunidade. Ela diz que o tema foi muito bom, pois fez várias pessoas refletirem um pouco sobre os temas e ficarem cientes da verdade. “A discussão fez com que a gente entendesse mais sobre cultura e gênero, e saber respeitar o espaço de cada um. A discussão contribuiu para o crescimento da nossa fé. A fala da Alda sobre feminismo foi bem colocada e deixou mulheres bem mais seguras e informadas. Espero que cada um tenha saído com um pouco das informações passadas e que sejam colocadas em prática, assim cresceremos em uma sociedade menos preconceituosa”. 

O evento foi significante e enriquecedor para nossos jovens. Tivemos a felicidade de sentar e debater juntos meios de conscientizar as pessoas a praticarem boas ações e usar o necessário respeito para com todxs. Próximo ano haverá o XIII ENCONTRÃO DE JOVENS e nossa expectativa é de sempre progredir. 

Foi um evento bonito, construtivo, dinâmico e bem acolhedor. Em nome da Articulação Paroquial da Juventude, agradecemos à todo povo que contribuiu para com a realização desse nosso XII ENCONTRÃO DE JOVENS: agradecemos à comunidade Lagoa da Onça e o grupo JUF que organizou essa edição e nos recebeu harmonicamente; aos demais grupos e comunidades que se deslocaram para participarem do evento, muitos desses a mais de 70 km de distância; a nossa companheira do SASOP Auderian Menezes que facilitou a discussão do tema; à Paróquia Nossa Senhora de Lourdes, que está sempre nos apoiando em todas as caminhadas; agradecemos também à Prefeitura Municipal de Campo Alegre de Lourdes que apoiou em grande parte, disponibilizando os transportes para o deslocamento dos jovens até a comunidade, também em parte da alimentação e outros pontos (isso na pessoa do prefeito Enilson Marcelo e do seu assessor Edizângelo, que estão sempre abertos ao diálogo com a gente).

Enfim, nosso maior agradecimento ao Pai Celeste, que permitiu “nóis” a fazer um maravilhoso Encontrão, a se abrir para aprender cada vez mais os nossos valores e os valores preciosos da vida em geral, a se organizar e promover com a juventude um debate construtivo, de esperança, renovação e socialização do bem comum, a procura de ser uma juventude ativa do Meio popular. “Pois “nóis” Jovens, somos sim o futuro de amanhã, mas antes disso, nós somos o presente de hoje". Um grande abraço a todxs e até sempre.

Por Anselmo Ferreira (APJCAL)
Campo Alegre de Lourdes, 23 de Julho de 2019

Comentários

  1. Ótimo! Parabéns a todos e a Anselmo especialmente pelo belíssimo texto. 👏👏👏

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Centenas de famílias estão na rua após despejos violentos em acampamentos do MST

Mineração: uso de explosivos aterroriza comunidade de Angico dos Dias