POPULAÇÃO RURAL DE CAMPO ALEGRE DE LOURDES BUSCA DIÁLOGO COM MISTÉRIO PÚBLICO

Reuniões do Fórum de Entidades é o espaço para fortalecer a organização 

Moradores/as de comunidades rurais de Campo Alegre de Lourdes pleiteiam, urgentemente, uma reunião com o Ministério Público da Bahia, para denunciarem os problemas enfrentados pelos povoados do município. A primeira tentativa de conversar com a representante do MP, a promotora Aline Curvelo Tavares de Sá, aconteceu via comunicação enviada ao órgão no 4 de novembro de 2013.

As famílias que moram na zona rural do município reivindicam estrutura para abastecimento hídrico, bem como a coleta do lixo espalhado por comunidades sem tratamento adequado, dentre outras providências.

Por meio do diálogo com a promotoria, os trabalhadores/as desejam conseguir a realização de uma Audiência Pública com órgãos governamentais. A intenção é apresentar as demandas da população rural.   

Para a moradora da comunidade de Tamboril, Ivete Lopes Alves, a busca por melhorias deve ser contínua. " Por meio da nossa organização, estamos sempre somando forças, atraindo  novas comunidades para lutar por nossos direitos". 
  

Visando fortalecer a organização do grupo, moradores/as de comunidades rurais se reuniram na última quarta-feira 19, no Centro de Formação da Paróquia de Campo Alegre de Lourdes. 


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Centenas de famílias estão na rua após despejos violentos em acampamentos do MST

Mineração: uso de explosivos aterroriza comunidade de Angico dos Dias

XII Encontrão de Jovens de Campo Alegre de Lourdes