Versão digital da publicação "No Rastro da Grilagem" é disponibilizada gratuitamente



O primeiro número da  publicação "No Rastro da Grilagem", intitulado "Formas Jurídicas da Grilagem Contemporânea" está disponível em versão digital. A revista, produzida pela Associação de Advogados de Trabalhadores Rurais no Estado da Bahia (AATR) em parcerias com entidades como a Comissão Pastoral da Terra e movimentos sociais, visa servir como um instrumento de análise jurídica, sistematização, reflexão e denúncia de casos de grilagem no estado.

Nove textos sobre grilagens de terras reconhecidas, e em fase de reconhecimento, pelo Estado da Bahia fazem parte da obra. Os casos apresentados na publicação evidenciam situações que prejudicaram a vida de milhares de camponeses e camponesas. Entre os textos, dois tratam de grilagens que aconteceram em comunidades tradicionais de fundos de pasto do Território do Sertão do São Francisco: Angico dos Dias, em Campo Alegre de Lourdes; e Areia Grande, em Casa Nova. 

A versão impressa da publicação foi lançada em março deste ano, em Salvador. Com a disponibilização da revista em versão digital, os organizadores de "No Rastro da Grilagem" esperam que este trabalho possa dar visibilidade à gravidade e complexidade da grilagem na atualidade e contribuir para o enfrentamento dessa prática criminosa. 

Baixe a publicação gratuitamente aqui: Revista no Rastro da Grilagem

Texto: Comunicação CPT Juazeiro
Imagem: Divulgação

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Centenas de famílias estão na rua após despejos violentos em acampamentos do MST

Mineração: uso de explosivos aterroriza comunidade de Angico dos Dias

XII Encontrão de Jovens de Campo Alegre de Lourdes