32ª MISSÃO DA TERRA DA DIOCESE DE SENHOR DE BONFIM


 32ª MISSÃO DA TERRA DA DIOCESE DE SENHOR DE BONFIM
25/09/2011 Antônio Gonçalves-BA: Más de 5000 pessoas das comunidades rurais e urbanas da diocese de Senhor de Bonfim se reuniram na cidade de Antônio Gonçalves para celebrar a 32ª Missão da Terra. Organizada pela CPT, é um espaço de encontro do povo das comunidades, das paróquias, Comunidades Eclesiais de Base, militantes dos movimentos sociais, sindicatos e ONGs. Começou, de manhã,  com uma caminhada nas aforas da cidade, onde houve momentos para a oração, para a reflexão e para olhar a nossa Mãe Terra: ela esta sendo ameaçada pelas empresas mineradoras, pelo agronegócio, pelas mudanças climáticas, pela violência que sofre o povo...A caminhada percorreu as ruas da cidade, ate chegar na praça, onde se olhava um grande palco com o lema: “CUIDAR DA VIDA NO PLANETA É NOSSA MISSÃO! VAMOS SALVAR A NOSSA SERRA: TERRA E ÁGUA, VIDA PARA O SERTÃO!”
Nesse cenário aconteceu a tarde cultural, com atuações de dança, música, teatro e cordel. A presença e animação dos jovens foram grandes. A romaria finalizou com a Eucaristia, onde o Povo de Deus aí reunido renovou a Esperança no meio das ameaças e sentiu a presença de Jesus na luta pela Justiça.
 No encerramento, foi lido um manifesto, do qual oferecemos umas linhas: ¨Em nome de um “falso progresso”, as mineradoras, como a Ferbasa, a Cimpor, a Caraíba Metais e a Yamana Gold e empresas agrícolas de monocultoras como a Sitio Barreiro, no Perímetro Irrigado de Ponte Novo, com forte apoio do Governo do Estado, tem invadido e se instalado nos territórios comunitários, promovendo a expulsão de camponeses, a concentração fundiária, o desmatamento da caatinga, a degradação do solo, a poluição das águas, a morte das nascentes, e os problemas na saúde da população. Diante desse horror, silenciar é consentir. Por isso, indignados nos perguntamos será que vale a pena tamanha destruição na região comparada com a riqueza que levam?¨

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Centenas de famílias estão na rua após despejos violentos em acampamentos do MST

Mineração: uso de explosivos aterroriza comunidade de Angico dos Dias

XII Encontrão de Jovens de Campo Alegre de Lourdes