Casa Nova: homens atiram contra propriedade rural onde agricultor foi assassinado



Homens armados entraram em uma área rural de Casa Nova, conhecida como Areia Grande, na última quinta-feira 17 e fizeram disparos com arma de fogo contra a cisterna de um camponês conhecido como Agrício, informaram, à Comissão Pastoral da Terra, moradores da região. Na área ,um trabalhador rural foi assassinado há quase quatro anos. De acordo com as pessoas ouvidas pela CPT, os homens chegaram em três camionetes, e afirmaram estar cumprindo ordem do juiz, mas não apresentaram nenhum mandato judicial. Ainda de acordo com fontes da CPT, o cadeado que fica na cancela localizada na entrada do local foi arrombado.

As quatro comunidades que integram o território Areia Grande sofrem ameaça de expulsão de sua terra há mais de 30 anos. Em 2009, o agricultor José de Antero foi assassinado, crime ainda não esclarecido, após uma séria de violações. Um ano antes, os moradores de Areia Grande foram submetidos a uma ordem de despejo judicial, impetrada por grileiros, e agressões por vários homens armados. Os atos de violência não pouparam nem mulheres grávidas.

Areia Grande é uma região de fundo de pasto, porção de terra usada coletivamente por 366 famílias camponesas de quatro comunidades, há quase dois séculos. As famílias desconfiam que empresas de instalação de parques eólicos e de plantio de cana-de-açúcar para etanol estão de olho na propriedade. Segundo os moradores, ao entrarem os homens perguntaram se a comunidade não sabia que a área está sendo negociada. Recentemente, a justiça baiana considerou como falsos os documentos que os grilheiros usaram na tentativa de tomar as terras de Areia Grande das comunidades tradicionais.








Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

“Nós vamos ficar com a morte e a doença”: Em Sento Sé (BA), comunidades ribeirinhas temem empreendimento de mineração

Centenas de famílias estão na rua após despejos violentos em acampamentos do MST

Mineração: uso de explosivos aterroriza comunidade de Angico dos Dias